JPMotos
Exclusivo! Preso acusado de matar a namorada em Caririaçu a qual estava grávida
17 de agosto de 2017 às 12:38

Policiais civis cumpriram mandado de prisão temporária expedido pela justiça de Caririaçu e prenderam no final desta manhã o jovem acusado de matar sua namorada na noite de sexta-feira naquele município. Jefferson Matteus Aguiar Luciano, de 19 anos, residente no bairro Triângulo, tinha sido intimado a comparecer à Delegacia de Caririaçu e terminou preso após ser ouvido. O mesmo nega envolvimento no crime e, agora há pouco, foi apresentado ao Delegado Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Juliano Marcula. Ele vai ser submetido a uma série de exames na Perícia Forense.

O corpo de Sayure Alves Nobre, de 18 anos, que residia na Rua Vereador Antonio Brás (Limoeiro) em Juazeiro, foi encontrado por volta das 20h30min da última sexta-feira com uma perfuração à bala na nuca. O cadáver se encontrava as margens da CE-060 perto do lixão na entrada de Caririaçu. A jovem estava com três meses e duas semanas de gravidez, mas a família não sabia.

 

Momento em que Jefferson chegava à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte (Foto: Edson dos Santos)

 

Segundo informações de amigas próximas, Sayure vinha escondendo a gravidez dos familiares e teria decidido contar no domingo, dia dos pais. Entretanto, foi assassinada dois dias antes. O namorado não queria assumir a criança e teria sugerido um aborto com o que a garota não concordava. Por isso, vinha sofrendo ameaças de morte e protelando dar a notícia da gravidez aos parentes.

Na sexta-feira, ele teria marcado um encontro com a mesma para assistir a um filme no Cariri Garden Shopping em Juazeiro. Não o encontrado no local, Sayure ligou para Jefferson o qual falou que mandaria um mototaxi apanhá-la para irem a outro lugar. Quando o mototaxista a deixou na Praça do Giradouro, ela foi até um carro de cor branca e apanhou o dinheiro com o qual pagaria a corrida. Supostamente, seguiu com a namorada na direção de Caririaçu com o objetivo de matá-la.

O Inquérito Policial que apura o caso está sendo presidido pelo Delegado de Caririaçu, Helder Cassiel, o qual disse à reportagem do Site Miséria ter provas audiovisuais e consistentes que o incriminam motivando o pedido de prisão. Na residência de Jefferson, os investigadores apreenderam alguns objetos que preferiram não revelar quais. No contato com a imprensa, o rapaz silenciou e, nesta quinta-feira, será recambiado para a cadeia pública de Caririaçu.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

631 total views, 4 views today

ComentáriosComentários