JPMotos
Expulsão de moradores de suas casas por facções criminosas no Ceará vira pauta na mídia nacional
19 de janeiro de 2018 às 15:49
12
Visualizações

A ação criminosa de facções em Fortaleza, expulsando moradores de várias comunidades, ganhou repercussão nacional.  A possibilidade de uma intervenção federal no estado, diante do descontrole da violência, turbinou a discussão sobre o assunto e virou matéria nacional nas redes de televisão.

Ao comentar o assunto, após a exibição de uma reportagem feita na comunidade do Barroso, o jornalista e âncora da RedeTV, Bóris Casoy, chegou a perguntar se a Polícia ou o governador Camilo Santana estariam com medo dos criminosos.

A reportagem entrevistou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Francisco Lucas; e o presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública, advogado Leandro Vasques. Os dois falaram do alto grau de violência que atualmente domina o Ceará.   “Infelizmente, o ano de 2018 começou de forma caótica aqui no Ceará”, disse Lucas.

Intervenção

Já o presidente do Conselho afirma que o descontrole da violência no Ceará gerou a possibilidade de uma intervenção no estado, incluindo até mesmo o afastamento temporário do governador Camilo Santana (PT) do cargo, conforme diz a lei.

O repórter Emerson Tchalian veio a Fortaleza exclusivamente produzir a matéria que foi ao ar nesta quarta-feira (17). Ele visitou a comunidade do Barroso 2  e constatou o clima de terror no bairro, chegando a entrar em uma das casas abandonadas por uma família ameaçada pela facção.

“Esse fato é assustador. Não é apenas a falência a falência da Segurança Pública, mas do próprio Estado brasileiro. Não dá para tolerar. Essa bandidagem tem que ser reprimida imediatamente. Ou a Polícia cearense está com medo deles, senhor governador? Isso é uma vergonha”, disparou Casoy no seu comentário final, encerrando o tema no telejornal.

ComentáriosComentários