JPMotos
Fim de semana com 10 mortes violentas no Cariri, sendo a metade homicídios e novo afogamento
11 de setembro de 2017 às 14:20

Se manteve em dez o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste foram cinco homicídios, duas mortes em acidentes de trânsito, dois suicídios e um caso de afogamento. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, foram cinco corpos de Juazeiro e os demais de Nova Olinda, Barbalha, Jardim, Barro e Brejo Santo. Uma morte ocorreu ainda na sexta-feira, duas no sábado, mais seis no domingo e uma na madrugada desta segunda-feira

Por volta das 20 horas de sexta-feira o morador de rua Geovani Gomes Flor, de 25 anos, o “Hulk” foi morto com dois tiros no rosto quando dormia no calçadão da Rua São Domingos ao lado da via férrea no bairro Franciscanos. A polícia encontrou na mão dele um punhal artesanal escondido sob a manga comprida da blusa, enquanto no bolso do short e na mochila tinham correntes de motos. Ele era do Sítio Sabiá e respondia por assaltos, sendo um no dia 28 de janeiro de 2011, perto do Cemitério Parque das Flores, quando andava armado num cavalo e roubou o celular de um jovem. Outro no dia 1º de abril de 2014 contra duas garotas perto do Mercado José Teófilo Machado juntamente com Webson Gomes de Freitas.

Às 9 horas de sábado morreu no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro o operário José Milton Rodrigues, de 60 anos, que residia em Quixeramobim. Ele trabalhava na obra do Cinturão das Águas em Nova Olinda e caiu de um caminhão da empresa após o expediente de sexta-feira quando retornava para o imóvel onde se encontrava alojado naquele município. Achando que estava tudo bem, Milton foi dormir. Pela manhã os colegas não conseguiram acordá-lo e levaram ao hospital de Nova Olinda, sendo reanimado pelo médico de plantão e encaminhado ao HRC onde faleceu.

Já às 18h30min ainda de sábado, na Rua Coronel Raul, 413 (Pio XII) em Juazeiro, familiares encontraram o corpo do jovem Cícero Hélio Silva Duarte, de 21 anos de idade, que ali residia. O mesmo tinha praticado o suicídio por meio enforcamento na cozinha de sua casa.

Por volta das 7 horas de domingo morreu em um dos leitos do Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha José Leonardo dos Santos, de 39 anos, que residia no Sítio Pinheiro (Distrito do Caldas) na zona rural daquele município. O mesmo foi encontrado agonizando numa forca e terminou socorrido às pressas ao hospital, mas acabou falecendo.

Uma hora depois, no Açude da Iara na zona rural de Barro, foi encontrado o corpo do agricultor José Rocha de Figueiredo, de 51 anos, que residia no Sítio Fazenda Nova naquele município. Às 19 horas de sábado ele foi atravessar o manancial no seu cavalo e o animal se acuou quando terminou desequilibrando e caiu nas águas morrendo afogado. O animal retornou às margens de açude e o resgate da vítima se deu por uma equipe de militares do Corpo de Bombeiros de Juazeiro.

Às 9 horas, num matagal no bairro Santa Terezinha em Jardim, foi encontrado o corpo de Selivan Pereira Cardoso, de 27 anos, que ali residia e apresentava oito perfurações à faca no peito e o pênis decepado. Ele saiu de casa sexta-feira e foi visto com o ex-presidiário conhecido por “Talis” o qual confessou o crime e está preso. No sábado, o acusado esteve na casa da vítima e perguntou se a companheira dele estava procurando o mesmo quando disse que tinha matado. Buscas foram feitas em vão e o cadáver só encontrado ontem. Ambos respondem por tráfico de drogas, sendo que Talis apontou como motivo o fato de Selivan não querer pagar um débito e até disse ter voltado ao local e aplicado novas facadas no defunto.

Já às 15h30min, na Rua Ana Rita de Sousa do Conjunto Tenente Coelho do Minha Casa Minha Vida no Bloco 3 no bairro Aeroporto, Danilo Guilherme de Siqueira, de 18 anos, foi morto a golpes de faca. Quando a polícia chegou ao local, ele tinha sido socorrido por populares ao Hospital Regional do Cariri, onde morreu. Danilo morava naquele conjunto e foi atingido por três facadas, sendo uma na face, outra no pescoço e mais uma no peito desferidas por uma pessoa identificada apenas por “Baiano”.

Cerca de uma hora e meia depois o aposentado Expedito Salviano Pessoa, de 81 anos, que residia no Sítio Moquém em Brejo Santo, foi atropelado por uma moto e morreu no hospital local para onde terminou socorrido pelo SAMU. Ele pedalava sua bicicleta quando foi abalroado por uma Honda Bros perto de sua casa, cujo piloto Felipe Silva Santos, de 18 anos, terminou socorrido em estado grave ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro.

Por volta das 19h30min ainda deste domingo um jovem que trocou tiros com a polícia morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro. O fato aconteceu no Conjunto Conviver (Aeroporto) quando militares do RAIO tentaram prendê-lo por conta da acusação de assaltos na área e o mesmo sacou um revólver e apontou na direção dos PMs que revidaram. O mesmo foi socorrido ao HRC, mas faleceu pouco tempo depois sem ser identificado já que não portava documentos.

Aos 30 minutos da madrugada de hoje, no cruzamento das ruas São Benedito e Rui Barbosa (Limoeiro) em Juazeiro, Ícaro Welton Ribeiro Silva, de 29 anos, que residia na Rua Joana Batista Holanda (Bairro Salgadinho), foi morto a tiros. Ele estava no interior do seu veiculo Fox de cor preta quando chegaram dois homens que efetuaram os disparos na cabeça causando sua morte ao volante do carro. Ícaro respondia por crimes de saidinha bancária e porte ilegal de arma de fogo em Alagoas e Pernambuco.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

359 total views, 1 views today

ComentáriosComentários