JPMotos
Fim de semana com cinco homicídios em Juazeiro e Crato e a morte de um músico num acidente em Várzea Alegre
21 de fevereiro de 2017 às 10:40

Subiu de quatro para sete o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram cinco homicídios, uma vítima fatal em acidente de trânsito e um caso de suicídio. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, quatro mortes ocorreram em Juazeiro, uma em Crato, outra em Farias Brito e mais uma em Várzea Alegre. Quatro ocorreram no sábado e as outras três neste domingo.

Por volta das 10h30min de sábado uma briga de vizinhos na Rua João Rocha (Juvêncio Santana) em Juazeiro, resultou nas mortes dos amigos Antonio Romão de Araújo, de 84 anos, que residia na Rua João Rocha, 55 e Joaquim Nascimento dos Anjos, de 54 anos, que morava no imóvel 51 da mesma via. A briga de Antonio era com Jack Rubens da Silva Júnior, de 49 anos, residente ao lado, que saiu lesionado com uma foiçada na cabeça. Em meio ao entrevero, seu filho Alexsandro Xavier da Silva, de 20 anos, o “Alex”, tomou a foice e desferiu golpes matando Antonio e Joaquim com golpes na cabeça. Este último se envolveu no conflito ao tentar apaziguar os ânimos. Pai e filho foram presos na UPA Limoeiro quando buscavam atendimento.

Às 14 horas o árbitro de futebol amador em Juazeiro José Hamilton da Silva, de 52 anos, foi morto a pauladas na Rua Marechal Rondon em frente ao número 140 no Tiradentes. Ele morava na Rua José Gonçalves de Almeida, 636 naquele bairro e os acusados foram presos em flagrante e autuados na Delegacia no caso Francisco Adriano da Silva, de 28, e Paulo Fred da Silva, de 38 anos. Eles confessaram o crime e apontaram como motivo o fato de Hamilton ter abusado sexualmente do sobrinho de um deles.

Cerca de oito horas depois morreu em um dos leitos do Hospital São Raimundo de Crato o agricultor Edson Calixto, de 63 anos de idade, que residia na zona rural do município de Farias Brito. Ele estava internado desde que ingeriu veneno e foi socorrido por familiares.

Já às 03h30min de domingo Antonio Augusto dos Santos, de 27 anos, que residia no Distrito de Cariutaba na zona rural de Farias Brito, foi morto a tiros quando passava na Rua Diógenes Frazão, 189/A (Bairro Seminário) em Crato. No local do crime estava Adão Pereira da Silva, de 21 anos, que mora na Rua Ana Triste, 80 no bairro São Miguel, e saiu lesionado com um tiro na mão direita. Ele atribuiu os disparos de revólver a um homem que passou numa moto nas cores vermelha e branca atirando.

Por volta das 18 horas morreu no Hospital Regional do Cariri Paulo Fabiano Alves de Sousa, de 35 anos, o “Paulinho” que morava na Rua Delmiro Gouveia no centro de Juazeiro. Às 15 horas, ele foi lesionado com uma facada no coração pelo flanelinha Janiberto Oliveira Ramos, de 27 anos, morador da mesma rua, o qual terminou preso em flagrante. O fato aconteceu após discussão banal no cruzamento das ruas Delmiro Gouveia e Carlos Gomes. A vítima respondia por crimes de lesão corporal praticado em 2013 e danos ao destruir um orelhão da empresa de Telefonia OI há três anos.

Três horas e meia depois, porém na BR-230 perto da entrada para o bairro Varjota em Várzea Alegre, o músico João Menésio de Lima Araújo, de 26 anos, o “Joãozinho Lima”, que residia na Rua João Gregório de Lima, 76 (Bairro Alto do Tenente), morreu em acidente de trânsito. Ele pilotava sua moto Honda CG 125 Fan de cor preta e placa HYW-4947, inscrição de Várzea Alegre, em alta velocidade quando perdeu o equilíbrio e bateu violentamente contra uma árvore no canteiro central falecendo no local.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

335 total views, 1 views today

ComentáriosComentários