JPMotos
Fim de semana com homicídios em Campos Sales, Brejo Santo e Crato e um total de sete mortes
12 de março de 2018 às 10:45
166
Visualizações

Subiu de cinco para sete o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, tivemos três homicídios, duas mortes em acidentes de trânsito uma vítima de queda e outra de engasgamento. Foram dois corpos de Crato e os demais de Campos Sales, Jati, Brejo Santo, Várzea Alegre e Juazeiro. Duas mortes ocorreram ainda na noite de sexta-feira, três no sábado e mais duas neste domingo.

Por volta das 20h30min de sexta-feira, na CE-371 que liga Campos Sales e Antonina do Norte, Antonio José da Silva, o “Toni Drinks”, de 35 anos, foi morto a tiros. Ele era dono de uma academia de musculação no Distrito de Carmelópolis de onde procedia pilotando sua moto Honda Bros de cor preta na direção de sua casa na Rua dos Guararapes (Bairro Guarani) em Campos Sales. O mesmo não tinha passagens pela polícia, porém dois irmãos respondem por homicídios.

No mesmo horário, porém no Km 534 da BR-116 em Jati, Welison Marcos Barbosa, de 36 anos, foi atropelado por um veículo não identificado e morreu na rodovia federal. Ele residia no Sítio Umari em Juazeiro, mas morou durante muito tempo no bairro do Horto quando vendia gás de cozinha. Desde que passou a sofrer de transtorno bipolar do humor, se tornou beneficiário do INSS, tomava medicação controlada e estava internado numa ONG do bairro Muriti em Crato de onde fugiu quarta-feira.

Às 04h30min de sábado, na BR-116 entre o Hospital Geral e a Rodoviária de Brejo Santo, o açougueiro Felipe da Silva, de 26 anos, o “Pardal”, foi morto a tiros enquanto pilotava sua moto na direção do local de trabalho perto do Banco do Brasil no centro da cidade. Ele morava no Sítio Bezerros em Brejo Santo, respondia procedimento por maus tratos a animais e ainda foi socorrido pela própria polícia ao hospital, mas já chegou sem vida.

Já às três horas da madrugada morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro Matias Marques Soares, de 47 anos. Ele morava na Rua João Alves de Menezes no município de Várzea Alegre e estava internado no HRC desde que sofreu uma queda.

Cerca de 15 horas depois, ainda no sábado, o detento da cadeia pública de Juazeiro do Norte, Maurício Rodrigues de Oliveira, de 41 anos, teria se engasgado enquanto se alimentava no cárcere. O mesmo ainda foi socorrido às pressas para a UPA Limoeiro, mas faleceu pouco tempo depois. Ele morava na Rua Poeta Vitorino Vicente (Frei Damião) em Juazeiro e respondia por crime de violência doméstica dentre outros procedimentos que tramitavam na justiça.

Por volta das 11 horas deste domingo, na Rua Alan Kardec no bairro São Miguel em Crato, o flanelinha Carlos de Oliveira Santos Filho, de 23 anos, o “Carlinhos” que residia na Avenida Padre Cícero naquele bairro, foi morto com três tiros no pescoço e no tórax. Segundo a namorada dele, que estava sentada ao lado, o acusado se aproximou a pé e efetuou os disparos sem qualquer discussão. A polícia soube que, recentemente, “Carlinhos” se envolveu numa acirrada discussão por motivos banais.

Às 22 horas, na Avenida Padre Cícero mais precisamente no viaduto no bairro Muriti em Crato, o viúvo José Edmar Cabral, de 55 anos, que residia na Rua Edvan de Sousa, 110 (Bairro Vila Alta), morreu em consequência de acidente. Ele pilotava sua moto Honda Fan de cor vermelha e placa PMD-4927 em alta velocidade quando perdeu o equilíbrio e bateu num poste da rede elétrica. O garupeiro Rafael Alisson foi socorrido pelo SAMU ao Hospital São Raimundo.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários