JPMotos
Fim de semana com três homicídios em Juazeiro e um afogamento em Araripe
30 de março de 2020 às 12:00
39
Visualizações

Subiu de dois para quatro o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram três homicídios em Juazeiro do Norte e um caso de morte por afogamento em Araripe. Segundo levantamento feito pela editoria de polícia do Site Miséria, três mortes aconteceram no sábado e a outra na noite deste domingo.

Por volta das 02 da madrugada de sábado o ex-presidiário Ewerton Ramalho Mendes Dias Melo, de 36 anos, o “Galego Everton” que residia na Rua São Bento no bairro Franciscanos, foi morto a tiros na Rua Ana Rita de Sousa mais precisamente no Condomínio Tenente Coelho I do Minha Casa Minha Vida (Aeroporto). Ele respondia procedimentos por assaltos, contravenção penal, crime de trânsito e, recentemente, tinha conquistado o regime semiaberto

Às 08h30min, no Açude de Cicero de Dodô no Distrito de Pajeú na zona rural de Araripe, foi encontrado o corpo do agricultor Gilberto Carlos da Silva Veras, de 40 anos, que residia naquele distrito. Um filho do dono do açude se deparou com o cadáver boiando nas águas o qual já apresentava avançado estado de decomposição e tratou de avisar à polícia. Ali esteve uma Patrulha da PM e os policiais souberam por familiares que a vítima era depressiva e estava desaparecida há cinco dias

Cerca de oito horas depois, ainda de sábado, Miguel Jonas Lopes de Sousa, de 25 anos, o “Bactéria”, foi morto com uma facada no peito direito. Ele ainda terminou socorrido às pressas por populares à UPA Limoeiro, mas faleceu ao dar entrada. O crime aconteceu na Rua Emídio de Lira (Bairro Vila Fátima), onde a vítima morava. Segundo testemunhas, o golpe foi desfechado por uma pessoa apelidada por “Neguim Diazepan” que fugiu. “Bactéria” respondia procedimento por crime de lesão corporal.

Já às 21h30min deste domingo Maria Rejane dos Santos, de 41 anos, foi morta a tiros dentro de sua casa na Rua Professora Vandeida Soares (Campo Alegre) em Juazeiro por dois homens que ali chegaram numa moto. Ela usava tornozeleira eletrônica e respondia procedimentos por crimes de tráfico de drogas, receptação e desacato. Foi a oitava mulher assassinada este ano na região do Cariri e a sexta em Juazeiro.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários