JPMotos
Fim de semana no Cariri com cinco homicídios e três mortes em acidentes de trânsito
8 de agosto de 2017 às 10:38

Subiu de cinco para nove o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram cinco homicídios, três mortes em acidentes de trânsito e uma vítima de queda. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, quatro mortes ocorreram em Juazeiro, duas em Barbalha e as demais em Crato, Abaiara e Várzea Alegre. Três corpos deram entrada na sexta-feira, cinco no sábado e apenas um neste domingo.

Por volta das 18 horas de sexta-feira o agricultor Antonio Pereira da Silva, de 48 anos, que residia no Sítio Baixio Verde na zona rural de Crato, morreu em conseqüência de acidente de trânsito. Ele pilotava uma moto Honda de cor vermelha na direção de sua casa naquela localidade quando colidiu contra um ônibus na estrada vicinal de acesso ao sítio. O guiador da moto faleceu no local e o motorista do coletivo terminou levado à Delegacia de Polícia Civil de Crato por policiais militares.

Meia hora depois o jovem Cícero Erivan da Silva, de 22 anos, que residia na Rua José Bezerra Mariano, 98 da localidade denominada Vila Nova no bairro Pedrinhas em Juazeiro do Norte, foi lesionado com disparos de arma de fogo dentro de sua casa. Não houve tempo para socorro médico após ser alvejado com vários tiros na cabeça por dois homens que fugiram numa moto. A vítima respondia por crime de tráfico de drogas.

No mesmo horário, porém na Rua Raimundo João Gonçalves da localidade denominada Baixa da Raposa (Frei Damião), o jovem José Rafael Nunes Germano, de 20 anos, o “Rafinha”, foi morto a tiros de garrucha calibre 12. Ele morava na Rua Santa Quitéria, 25 daquele bairro e não tinha passagens pela polícia que não conseguiu detalhes sobre a autoria delitiva.

Aos 30 minutos da madrugada de sábado Emerson Cavalcante, de 27 anos, que residia na Rua da Ajuda, 735 (Bairro Alto da Alegria) em Barbalha, foi morto a tiros perto de sua casa. Ele tinha passagens pela polícia por crimes de violência doméstica contra Ana do Nascimento em outubro de 2015 e receptação. No dia 15 de dezembro de 2013 o mesmo foi preso dirigindo um veículo Ford KA com placas do Pernambuco e queixa de roubo.

Já às 7 horas morreu em um dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro do Norte a aposentada Jovelina Maria dos Santos, de 92 anos de idade, que residia na Rua São Paulo, 1436 no centro da cidade. A mesma sofreu uma queda no último dia 1º de agosto e terminou socorrida ao HRC, onde faleceu em virtude da gravidade dos ferimentos.

Às 11 horas Lúcia Gomes de Figueiredo, de 38 anos, a “Luciana”, foi morta a tiros dentro de sua casa no residencial Village Duo situado na Rua José Bezerra da Silva (Lagoa Seca) em Juazeiro. Dois homens ali chegaram em uma Amarok de cor preta se passando por policiais a convidaram para uma conversa no carro, a fim de tratar sobre uns terrenos. Ela se negou e um deles sacou arma de fogo e atirou várias vezes atingindo-a na cabeça. Luciana respondia crimes de ameaças, constrangimento ilegal, estelionato e violência doméstica.

Três horas depois o ex-presidiário Lindomar Rodrigues da Silva, de 35 anos, o “Binha” que morava no Sítio Areias na zona rural de Abaiara, foi morto com seis tiros de pistola calibre 380 perto de um Posto de Combustível na entrada da cidade por quatro homens que fugiram num Fiat de cor branca. Ele pilotava sua moto Honda Titan CG 150 de cor vermelha quando foi surpreendido pelos disparos. “Binha” respondia por homicídio, porte de arma, tráfico de drogas e ganhou liberdade em janeiro deste ano.

Por volta das 19 horas, na BR 230 no Sitio Cachoeiras Dantas em Várzea Alegre, o agricultor Cícero Castro dos Santos, de 18 anos, que ali residia, foi atropelado por uma moto Honda CG 125 Fan de cor vermelha e placa de Icapui, morrendo no local. Ele tinha passado o dia bebendo e seguia pé pela rodovia quando foi atropelado pela moto abandonada no local. O piloto saiu ferido e fugiu noutro veículo podendo ser Adriano Paulino dos Santos, de 24 anos, que esteve no hospital em busca de atendimento e não foi localizado pela polícia em sua residência.

Já às 15h30min deste domingo, na CE-386 que liga os Distritos de Arajara e Caldas em Barbalha, o torneiro mecânico Luciano Alves de Oliveira, de 36 anos, que residia na Rua Rocildo Alves de Lima (Bairro Independência) em Crato, morreu em acidente com sua moto Honda Bros 160 de cor preta. Ele trafegava pela rodovia no sentido Arajara/Caldas quando perdeu o equilíbrio e bateu num poste da rede elétrica no Sítio Macaúbas na zona rural de Barbalha.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

118 total views, 2 views today

ComentáriosComentários