JPMotos
Fim de semana no Cariri com quatro mortes em acidentes e um homicídio
2 de setembro de 2019 às 15:10
27
Visualizações

Subiu de dois para seis o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste foram quatro em conseqüência de acidentes de trânsito, uma vítima de queda do telhado e um homicídio com dois corpos de Assaré e os demais de Várzea Alegre, Penaforte, Campos Sales e Crato. Três mortes aconteceram no sábado e outras três neste domingo.

Às 15h30min de sábado, na CE-176 no Sítio Paciência em Assaré, a criança Vitória Lima Nunes, de 7 anos, que residia  na Rua Martiniano Santana (Tiradentes) em Juazeiro, morreu num acidente. Ela viajava numa Topic que foi abalroada na lateral por um caminhão Ford Cargo de cor cinza. Francisco Vanderlan Gomes Vieira, de 39, residente em Cariús, dirigia a Topic enquanto Yan Denner Costa Gonçalves, de 25, que mora em Crato, guiava o caminhão. Para a polícia, este último admitiu ter cochilado ao volante. Além da morte de Vitória, oito pessoas foram socorridas a hospitais.

Já às 18 horas, na CE-060 no bairro Grossos em Várzea Alegre, José Claro da Silva Filho, de 35 anos, foi atropelado por uma moto Honda CG 150 Titan KS de cor preta e placa de Iguatu, guiada por Emanoel Felipe de Queiroz Sousa, de 25 anos. A vítima fatal estava na rodovia observando o socorro do SAMU ao paciente José Edgley da Silva de Araújo, de 23 anos, o qual tinha sido atropelado por um carro desconhecido. Emanoel Felipe e José Edgley foram socorridos com suspeitas de traumatismo craniano.

Por volta das 23h30min horas ainda de sábado, na BR-116 entre Penaforte e Jati, José Braz Ferreira, de 46 anos, morreu ao cair de sua moto Honda CG 150 de cor preta. Segundo populares, ele tinha ingerido bebidas alcoólicas e seguia na direção de sua casa no Sítio Faustino na zona rural de Jati. O acidente aconteceu no primeiro desvio do canal da transposição das águas do Rio São Francisco ainda no município de Penaforte.

Às 02h30min da madrugada deste domingo morreu no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro, o aposentado Antonio Nunes de Oliveira, de 83 anos. Ele residia na Rua Boa Vista, 84 (Bairro Guarani) em Campos Sales, onde caiu do telhado do imóvel na manhã de sábado. O mesmo foi socorrido ao hospital local e, com suspeita de traumatismo craniano, terminou transferido para Juazeiro vindo à óbito cerca de 24 horas depois.

Já às 20h30min o motorista Antonio Saraiva Filho, de 50 anos, que residia no Sitio Munduri em Assaré, foi morto com um tiro de espingarda no tórax na calçada da casa de sua sogra e ao lado do filho de 5 anos. A esposa dele Maria Gonçalves de Oliveira, de 46 anos, disse que residiam em São Paulo de onde tinha retornado há 30 dias para Assaré e Antonio há uma semana não tendo inimizades. Ela disse ter ouvido apenas o estampido de arma de fogo e um homem fugindo sozinho numa moto.

No mesmo horário o funcionário da Brisanet Matusalém Cândido Feitosa, de 30 anos, o “Dodó” que residia na Rua João Cândido Fontes (Antonio Vieira) em Juazeiro, morreu num acidente de trânsito na CE-292 em Crato. Ele procedia da casa dos pais em Santana do Cariri na sua moto quando foi colhido por um carro e arremessado sobre o obelisco no cruzamento com a rodovia que dá acesso ao município de Exu (PE). Dodó morreu no local e seu corpo será sepultado às 16 horas de hoje em Santana do Cariri.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.b

ComentáriosComentários