JPMotos
Fim de semana no Cariri com quatro mortes, incluindo duas em acidentes e homicídio
22 de julho de 2019 às 16:35
19
Visualizações

O número de mortes violentas se manteve em quatro na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram duas em consequência de acidentes de trânsito, uma vítima de queda e um homicídio com corpos de Juazeiro, Milagres, Nova Olinda e Porteiras. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, duas mortes aconteceram no sábado e as outras duas neste domingo

Por volta das duas horas da madrugada de sábado Eder Lopes do Nascimento, de 36 anos, que residia na Rua Senhora Santana (Salesianos) em Juazeiro morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC). Ele costumava beber e tinha ingerido bebidas alcoólicas quando sofreu uma queda em sua casa na madrugada do dia anterior. A vítima foi socorrida por familiares ao hospital, mas morreu em consequência de traumatismo craniano.

Já às 21 horas ainda de sábado o mototaxista Francisco Cavalcante do Nascimento, de 64 anos, bateu com o seu veículo num animal e morreu ao dar entrada no Hospital Geral de Brejo Santo. Ele morava no bairro São Francisco daquele município para onde estava seguindo naquele momento, mas o acidente aconteceu na CE-292 no Sítio Emas na zona rural de Milagres.

Às 13h30min deste domingo o aposentado Francisco Sebastião de Araújo, de 67 anos, sofreu traumatismo craniano após cair de sua bicicleta em Nova Olinda. Ele morava na Rua Manoel Valentim, 58 no centro da cidade e costumava ir ao sítio pedalando o seu transporte. No retorno para casa, provavelmente teve um mal súbito e caiu quando trafegava pela Avenida Perimetral Sul em frente à Prefeitura de Nova Olinda morrendo no local.

Por volta das 18 horas ainda de domingo o ex-presidiário José Ednagilo Alves Campos, de 32 anos, que residia na Rua Sargento Cícero Dantas (Bairro Tabocas) em Porteiras, morreu ao dar entrada no Hospital Geral de Brejo Santo para onde foi socorrido após ser lesionado com um tiro na coxa esquerda. Ele teria usado drogas, estava armado com uma faca ameaçando populares e, quando a viatura, chegou investiu para cima dos PMs com a arma no que foi cuntido com um tiro e morreu. Ednagilo respondia procedimentos por ameaças, violência doméstica, furto e danos materiais.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários