JPMotos
Frei Damião assumiu a liderança em homicídios no Juazeiro com recorde ano passado
11 de janeiro de 2018 às 16:48
42
Visualizações

O bairro Frei Damião foi o mais violento em Juazeiro do Norte ao liderar o número de homicídios em 2017 com um total de 22 após sair da oitava posição em 2016 com apenas quatro assassinatos. Àquela área da cidade respondeu por 15,6% dos 141 homicídios registrados no ano passado contra 10,6% dos 132 assassinatos de 2016 ocorridos no bairro João Cabral. Terminou se constituindo num recorde nos últimos oito anos em Juazeiro que já era do próprio Frei Damião em 2014 com 19 homicídios.

Antes, o João Cabral tinha sido “campeão” em 2010 e 2011 com 11 homicídios cada, em 2012 (16), em 2013 (18), no ano de 2014 com 12 assassinatos, além de 2015 e 2016 em ambos com 14 assassinatos cada. Já o Frei Damião, entre 2010 e 2017, oscilou da terceira posição (7 homicídios); quarta (6); segunda (14); sexta (8); primeira (19); quarta (8); oitava (4) e a liderança ano passado com 22 assassinatos. Já o bairro Santa Tereza migrou da sexta posição (2016) com 10 homicídios para a vice-liderança ano passado mesmo com um a menos.

Eis a matança em cada bairro e localidades rurais de Juazeiro em 2017, segundo levantamento exclusivo do Site Miséria: Frei Damião (22); Santa Tereza (9); João Cabral e Salesianos com 8 cada; Timbaúbas e Triângulo com sete cada; Aeroporto, Campo Alegre e Romeirão com seis; Betolandia, Pio XII e Tiradentes com cinco; Franciscanos, Horto e Lagoa Seca com quatro; além do Centro, Jardim Gonzaga, Juvêncio Santana, Leandro Bezerra, Limoeiro e Pedrinhas com três cada.

Já os bairros Cidade Universitária, Pirajá, Salgadinho, Vila Três Marias e Brejo Seco tiveram dois homicídios cada um. Os demais foram nos bairros José Geraldo da Cruz, Novo Juazeiro, Penitenciária do Cariri, São José, Vila Fátima, bem como nos Sítios Barro Branco e Logradouro. Os únicos bairros onde não ocorreram homicídios ano passado em Juazeiro foram Antonio Vieira, Carité, Planalto, São Miguel (dois anos consecutivos) e o Socorro por três anos consecutivos.

Já dos 973 homicídios nos últimos oito anos em Juazeiro, o João Cabral participa com 10,68% dessa matança apresentando um total de 104 assassinatos. Depois vem o Frei Damião com 88 (9,04%); Triângulo com 87 (8,94%); Santa Tereza com 63 (6,47%); Pio XII e Timbaúbas com 54 (5,54%); Salesianos com 46 (4,72%); Tiradentes com 45 (4,62%); Antonio Vieira com 33 (3,39%); Limoeiro e Pirajá ambos com 29 (2,98%); Pedrinhas e Romeirão com 28 homicídios em oito anos ou 2,87% do total.

 
Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários