JPMotos
Homem confessa assassinato e desenterra cadáver durante operação policial
2 de agosto de 2019 às 16:45
37
Visualizações

Um homem confessou ter cometido um assassinato e desenterrou o cadáver da vítima durante uma operação policial que prendeu cinco pessoas, em Olinda. A ação foi desencadeada na quinta-feira (1º) e divulgada nesta sexta-feira (2).

A Operação Marezão foi realizada pelas polícias Civil e Militar e pela Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres). Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e outras três pessoas foram presas em flagrante por diversos crimes, mas não eram alvos da operação, segundo o delegado André Luna, titular da 9ª Delegacia de Homicídios de Olinda.

Confira quem foi preso e o motivo

– Giovanny Pantoja da Silva, de 23 anos: mandado de prisão por homicídio e autuado por posse de arma de fogo
– Erivaldo Pedro de Oliveira Silva, de 27 anos: mandado de prisão por homicídio e autuado por ocultação de cadáver
– Ailton Ferreira Lima, de 18 anos: autuado em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito
– Antônio Edmur Ferreira das Chagas, de 53 anos: autuado em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito
– Kaline Francisca Ramos de Souza, de 23 anos: autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo

“Sabíamos que dois dos presos, Giovanny e Erivaldo, tinham mandados de prisão por homicídio. Há mais de um ano, uma família tinha procurado a polícia por causa de um jovem desaparecido. Quando pegamos Erivaldo, ele confessou que tinha matado o homem, que seria rival da quadrilha dele, e mostrou o local onde tinha enterrado”, diz o delegado.

A operação teve a intenção de desarticular uma quadrilha responsável por tráfico de drogas e diversos homicídios na localidade, ainda de acordo com o delegado. O nome da ação foi dado por causa da comunidade onde ela ocorreu, no bairro de Peixinhos, que se chama Marezão.

“A comunidade fica em um local de difícil acesso e eles sempre conseguiam fugir pelo mangue, quando viam os policiais. Dessa vez, fizemos campana na maré, desde as 5h, e eles foram encurralados pela frente da comunidade, que só tem uma entrada”, afirma.

Os cinco presos também foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A operação contou com a participação de 11 policiais civis, além de dois agentes penitenciários e de um efetivo da Polícia Militar.

Entre as apreensões, estão três revólveres calibre 38, duas pistolas calibre .40, uma pistola calibre 32, uma espingarda calibre 12 semiautomática, três cartelas de munições para armas curtas, 13 munições calibre 12, 20 munições calibre 38, 21 munições calibre .40, uma munição de calibre 380.

Também foram encontrados sete papelotes de maconha, 1,240 quilo de cocaína, duas facas e nove celulares.

Fonte: G1 CE

ComentáriosComentários