JPMotos
Homem foi lesionado a golpes de faca após negar R$ 1,00 a uma pessoa que lhe pediu dinheiro
30 de setembro de 2016 às 08:37
14
Visualizações

20160930060045_9405_capa

Um homem foi vítima de atentado à faca por volta das 9 horas desta quinta-feira enquanto trabalhava no Mercado Walter Peixoto que funciona na Rua Hermenegildo Firmeza no centro de Crato. Cícero Amorim de Sales foi socorrido ao Hospital São Raimundo, onde disse à polícia ter sido abordado por Diogo Cardoso da Silva, de 29 anos, que lhe pediu R$ 1,00. Após se negar a dar o dinheiro, terminou lesionado com duas facadas no ombro e no peito direito.

O Cabo Haglaécio e o Soldado Duarte do Ronda do Quarteirão diligenciaram sem o êxito de localizar o acusado que mora na Rua Valdemar García (Bairro Vila Alta) em Crato. Segundo a polícia, ele já responde por homicídio, arrombamentos, portes de armas, crime de lesão corporal e assaltos. No dia 28 de abril de 2011, o mesmo matou Francisco José Mesquita da Silva, de 45 anos, o Gaguinho, que residia em Fortaleza. A vítima era colega de cela de Diogo e o crime aconteceu dentro da Penitenciária de Juazeiro.

Já no dia 28 de outubro do mesmo ano Diogo foi preso após tentar assaltar uma Lan House em Crato. Na época, era detento da cadeia pública e cumpria pena com o benefício do regime semi aberto, sendo apontado pela polícia como indivíduo de alta periculosidade. Ele foi abordado na Rua Presidente Kennedy no bairro em que reside portando uma faca momentos após a tentativa de assalto em uma Lan House. Ao invés de se recolher para o pernoite na cadeia ignorava a determinação e, mais que isso, saía para assaltar e furtar.

Mais recentemente, no dia 22 de setembro de 2015, voltou a ser preso por policiais civis de Crato três dias após sair da cadeia para onde terminou voltando. Diogo praticou um assalto durante a madrugada na ACEV (Ação Cristã Esperança e Vida), instituição de apoio a dependentes de drogas que funciona em Crato. Ele invadiu a entidade fazendo menção de estar armado quando abordou um dos instrutores e alguns internos roubando vários objetos.

Com Parceria Site Miseria

ComentáriosComentários