JPMotos
Jovem que assaltou o prefeito de Barro e trocou tiros com a PM foi morto ao sair da cadeia
3 de abril de 2018 às 08:58
221
Visualizações

Exatamente 20 dias após e um novo homicídio foi registrado no município de Barro. Por volta das 6 horas desta segunda-feira, na Rua Alaide Feitosa perto do Posto de Combustível Patagônia em Barro, o detento Ricardo Moreira dos Santos, de 26 anos, o “Caveirão”,, foi executado a tiros. Ele seguia para sua casa na Rua 104 do bairro Jardim São Francisco naquele município após cumprir o pernoite na cadeia pública, cujo regime semiaberto conquistou no último dia 19 de janeiro.

Segundo a polícia, o mesmo cumpria pena por assalto a mão armada, mas era investigado por envolvimento em vários outros crimes em Barro. A patrulha da PM que esteve no local soube que o crime foi praticado por dois homens que fugiram numa moto de cor preta. Uma de suas maiores “façanhas” foi a invasão à residência do então prefeito de Barro, José Marquinélio Tavares, seguida de troca de tiros com policiais militares no dia 9 de julho de 2010.

Mesmo baleados, “Caveirão” e Jeferson Pereira Ribeiro, então com 23 anos e morador do Sítio Prazeres, conseguiram furar o cerco policial quando se apresentaram na delegacia no dia seguinte. Na troca de tiros entre policiais e bandidos, tombou morto Pedro Batista Neto, de 23 anos. Para o assalto na casa do prefeito, eles chegaram encapuzados e armados com revólver e pistola às 22 horas e só saíram pela madrugada levando jóias, relógios, dois notebooks e R$ 10 mil em dinheiro.

Este foi o primeiro homicídio do mês de abril em Barro e o segundo do ano no município ou 66,66% em relação aos três assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O outro deste ano tinha acontecido no dia 12 de março com o achado do cadáver do agricultor Carlos Alberto Alves, de 52 anos, num matagal às margens da BR-116 entre o açude Cipó e a entrada do Distrito de Cuncas. O mesmo costumava emprestar dinheiro a juros, estava sob sua moto e apresentava duas perfurações à bala.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

 

ComentáriosComentários