JPMotos
Ladrão foi socorrido pela PM para não ser linchado por populares esta tarde em Juazeiro
17 de fevereiro de 2018 às 06:09
110
Visualizações

A polícia impediu um linchamento no início da tarde desta sexta-feira nas imediações do Campus da Unileão no bairro Triângulo em Juazeiro do Norte. Segundo populares, o jovem Warley Rufino dos Santos, de 22 anos, que mora naquele bairro tinha praticado um assalto contra duas universitárias. Ele saiu correndo à pé e ainda roubou a bicicleta de um rapaz quando terminou perseguido e alcançado por populares que presenciaram a ação.

O acusado foi espancado por pessoas que residem ou trabalham nas imediações e ainda quem passava no local, surgido um deles até com um pedaço de barrote em meio à movimentação. Já contido e apresentando lesões e hematomas, Warley aguardava ansioso a chegada de uma patrulha da Polícia Militar a fim de socorrê-lo evitando algo pior. Os PMs já tinham sido acionados por uma mulher que ia passando no local. O mesmo terminou levado à presença da Delegada de Polícia Civil, Suerda Ulisses.

Ele tinha apenas 16 anos quando, no dia 28 de setembro de 2012, foi lesionado com uma facada no pescoço e submetido a uma cirurgia no Hospital Regional do Cariri. Já no dia 14 de janeiro de 2013 o mesmo deu entrada no HRC após ser lesionado com um tiro no pé. A polícia prendeu como acusados um menor apelidado por “Léo”, Josualdo Cícero dos Santos, de 29, e Cosmo Diego da Silva Correia, de 22 anos, o “Dieguinho” com um revólver. Este último foi assassinado no dia 29 de dezembro de 2016.

Enquanto isso, no dia 28 de outubro de 2013, na Rua São Bento (Bairro Franciscanos) em Juazeiro, Warley Rufino já tinha 17 anos e residia no bairro Aeroporto. Naquela data, o mesmo estava com um facão ameaçando populares que passavam no local e ainda roubou dois celulares quando terminou apreendido por militares do Ronda do Quarteirão juntamente com uma garota de 13 anos e iniciais V. V. F da S., residente no bairro Franciscanos.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

 

ComentáriosComentários