JPMotos
Mãe denuncia o próprio filho por matar a companheira, homem confessa o crime e é preso
4 de junho de 2019 às 05:58
40
Visualizações

Um homem foi preso após matar a mulher, nesta segunda-feira (3), no bairro de Campo Grande, no Recife. De acordo com o delegado Ian Campos, Denilson Gomes da Silva, de 26 anos, foi à Delegacia de Homicídios de Olinda para prestar esclarecimentos sobre outros crimes, quando a mãe o denunciou aos policiais. Ele acabou confessando o assassinato da companheira e foi preso.

O homem relatou ao delegado que teve uma discussão com a mulher após uma festa e que, durante a briga, ele pegou uma arma e efetuou dois disparos na cabeça de Érica da Silva Pereira, de 34 anos, que morreu na hora.

“Eles tinham ido para uma festa e chegaram de madrugada. Ficaram discutindo. Ela teria arranhado ele, que pegou a arma de fogo e atirou nela. Dois tiros. O filho do casal, de 8 meses, e o filho de Érica, de 11 anos, estavam em casa quando o crime aconteceu. É bem provável que eles tenham presenciado o assassinato”, detalhou o delegado.

O delegado conta que Denilson foi acompanhado da mãe até a delegacia para depor sobre outros crimes. “Quando chegou lá, foi identificado que ele estava evadido do sistema prisional desde o início de maio deste ano, tendo removido a tornozeleira eletrônica. Então, a mãe dele avisou aos policiais que mais cedo ele tinha efetuado os disparos fatais contra a companheira”, disse o delegado.

O crime aconteceu por volta das 4h30, na casa em que os dois moravam, na Rua Farias Neves. Depois do crime, Denilson levou as crianças para a casa da mãe dele, em Olinda, apontou Ian Campos.

Com a confirmação do feminicídio, ele foi encaminhado ao Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi atuado em flagrante. O corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Recife.

Homicídios

Pernambuco registrou 309 homicídios no mês de abril de 2019. O número é 12,9% menor do que os 355 crimes do mesmo tipo contabilizados no mesmo período do ano anterior, segundo a Secretaria de Defesa Social. Entre janeiro e abril de 2019, foram 1.205 assassinatos que ocorreram em 92 dos 184 municípios do estado.

Em relação aos feminicídios, ou seja, assassinatos cometidos pelo fato de a vítima ser mulher, foram contabilizados três casos em abril, um a mais do que os dois feminicídios registrados no mesmo período em 2018.

Segundo a SDS, houve um aumento de denúncias de violência doméstica contra a mulher entre os meses de janeiro a abril de 2019. Somente no mês de abril, o aumento foi de 14,2%, saindo de 3.018 para 3.447 casos.

Fonte: G1 PE

ComentáriosComentários