JPMotos
Mais dois homicídios elucidados em Juazeiro do Norte e Jardim com três pessoas presas
26 de agosto de 2017 às 12:42

Mais três pessoas acusadas de homicídios na região do Cariri foram presas nesta sexta-feira mediante mandados judiciais solicitados pela Polícia Civil após as devidas investigações. Em Juazeiro, foi preso o autor de um homicídio à faca, enquanto em Jardim a polícia prendeu a autora intelectual e o executor de um mototaxista. No início da tarde desta sexta-feira inspetores do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa da 20ª DRPC prenderam Francisco Lira de Souza, de 59 anos, o “Chico de Nova Olinda”

Ele é acusado de ter matado com duas facadas no tórax Francisco Diassis dos Santos Morais, de 21 anos, o “Neném” que residia na Rua Capitão Coimbra (Pirajá) e o crime aconteceu no último dia 17 de março perto do mercado daquele bairro. Segundo o Inquérito Policial presidido pelo Delegado Giovani Aquino, por volta das 22 horas em meios aos escombros do antigo Posto de Saúde Mário Malzone, na Rua Fausto Guimarães, algumas pessoas ali se encontravam fazendo uso de drogas.

Em dado momento, “Neném” saiu correndo do local e derramando bastante sangue quando tombou sem vida já na Avenida Ailton Gomes. O crime se encontrava envolto em mistério devido o horário e o local ermo, mas nada que desmotivasse os investigadores de chegarem ao acusado. Além da vítima e outra pessoa, Chico estivera no local e a motivação do assassinato teria sido o fato de “Neném” tê-lo puxado pela camisa enquanto usavam substancias entorpecentes.

O acusado estava com uma faca na cintura e sacou a mesma desferindo os golpes. Ao ser ouvido pelo delegado, ele confirmou que esteve no local, mas negou ter matado o rapaz. Além do mais, atribuiu o crime a Francisco Carneiro do Nascimento, apelidado por “Mancha Negra”, o qual negou dizendo que, naquele momento, dormia no Mercado do Pirajá fato comprovado nas investigações. Segundo o delegado, testemunhas ouvidas apontaram “Chico Nova Olinda” como o autor e ele passou a ameaçar os depoentes.

Além disso, agrediu “Mancha Negra” mandando o mesmo assumir o crime e já era acusado de uma tentativa de homicídio contra Cícero Paulo Alves da Silva em agosto de 2013. Não restando mais dúvidas ao Doutor Giovani, este pediu a prisão preventiva de “Chico” no que foi atendido pela 1ª Vara Criminal de Juazeiro. Ele foi preso ontem e continuou negando a autoria já estando recolhido à cadeia à disposição da justiça. O delegado continua disponibilizando o WhatSapp (085) 98828-9662 para receber denúncias de crimes garantindo o mais absoluto sigilo.

JARDIM – O outro homicídio elucidado foi em Jardim quando duas pessoas foram presas por uma equipe da Delegacia de Polícia Civil chefiada pelo Delegado Reni Rocha. Patricia Maria Eduardo seria mandante e Edson Sipriano da Silva, o “Ecim”, executor do mototaxista Mário Morais de Freitas, de 47 anos, que residia no Sítio Cabeça do Negro. O crime aconteceu na tarde do último dia 27 de janeiro quando a vítima pilotava sua moto por uma rua perto do Posto Bela Vista e terminou surpreendida pelos disparos.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

215 total views, 1 views today

ComentáriosComentários