JPMotos
Menino de 11 anos é atingido por “bala perdida” durante um tiroteio no bairro Itaperi
27 de junho de 2019 às 09:29
35
Visualizações
USA

Uma ambulância do Samu transportou o menino da UPA/Itaperi para o Frotão (IJF-Centro)

Um menino de apenas 11 anos de idade tornou-se a mais recente vítima da violência armada em Fortaleza. Na noite desta quarta-feira (26), o garoto foi atingido com um tiro de raspão na cabeça. A “bala perdida” que por pouco não matou a criança foi disparada durante um tiroteio entre bandidos no bairro Itaperi, na zona sul da Capital.

O fato ocorreu por volta das 21 horas, na Rua Nova Conquista. O garoto estava na calçada de sua residência quando ocorreu o tiroteio. De acordo com o relato de moradores, bandidos apareceram em um carro atirando contra outras pessoas que transitavam à pé. Logo, se estabeleceu a troca de disparos.

Patrulhas da Polícia Militar foram acionadas pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) para atender à ocorrência. Uma equipe socorreu o menino na própria viatura. Ele foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro e, em seguida, transferido em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), onde permanece.

A equipe médica não revelou o estado de saúde da criança.

Policiais militares fizeram buscas na região, mas não localizaram os atiradores.

Outros casos

Na manhã da última terça-feira (25), um professor universitário foi baleado na calçada de um mercadinho, na Rua Marechal Deodoro, no bairro Benfica. Assaltantes abordaram a vítima quando esta saía de um mercadinho para onde tinha ido comprar cigarros.

No mesmo dia, à tarde, o vigilante de uma escola foi atacado e baleado. O caso aconteceu no colégio situado a poucos metros da Pracinha do bairro João XXIII. O segurança foi baleado pelos criminosos, que roubaram sua arma, telefone e dinheiro.

As duas vítimas dos tiros permanecem hospitalizadas, mas fora de risco de morte.

Com informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários