JPMotos
Metralhadora roubada no Pará é apreendida com dupla que escondia armas de facção
17 de janeiro de 2019 às 15:50
31
Visualizações

A Polícia Civil descobriu depósitos de armas de facção e prendeu uma dupla que escondia o material.  As prisões e apreensões foram feitas em Fortaleza e Pacatuba em 9 de janeiro, mas divulgadas na manhã desta quinta-feira (17). Segundo a polícia, a suspeita é de que as armas foram usadas contra ataques a prédios públicos na capital. Uma metralhadora roubada no Pará, uma espingarda, uma pistola e um fuzil, entre outros armamentos, foram apreendidos.

A polícia prendeu Diogo Fernandes Moura, 26 anos, no bairro Parque Santa Rosa. Na casa dele, foram encontradas uma pistola .40 e um revólver .38. No sítio dele, em Pacatuba, a polícia encontrou uma espingarda enterrada.

Após a prisão de Diogo foi possível localizar um segundo suspeito, Esdras Gomes dos Santos, 28 anos. Na residência de Esdras, a polícia encontrou mais de 30 munições de fuzil 556 e a metralhadora .40 que foi roubada no Pará em 2015.

As casas dos dois criminosos funcionavam como depósitos das armas. A Polícia Civil está investigando a participação de outras pessoas  nos crimes.

Fonte: Diário do Nordeste

ComentáriosComentários