JPMotos
Militares do Rio Grande do Norte denunciam atraso de salário e péssima alimentação
2 de fevereiro de 2018 às 16:13
81
Visualizações

Pms do 7 Batalhão de Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte, como se não bastasse um mês de salário em atraso bem como o décimo terceiro, agora estão denunciando a péssima qualidade na alimentação. A alimentação é oriunda de Natal e vem em uma viatura do Batalhão, uma S-10.A carne já chega estragada e a alternativa é se alimentar com arroz, macarrão, feijão e cuscuz. Se quer um ovo aparece no cardápio.

A previsão de pagamento, segundo os militares do Rio Grande do Norte é dia 10 de fevereiro. Em Natal, de acordo com um militar em conversa com a reportagem do Miséria, seus colegas se alimentam através do vale refeição. Já a alimentação dos presos chega a Pau dos Ferros em um caminhão baú refrigerado. O salário inicial de um soldado no estado potiguar é de 2.600 reais.

(Foto: Richard Lopes)

O sargento Monteiro, que é vereador de Pau dos Ferros, cobrou mais uma vez providências aos comandante geral da Pm. De acordo com ele, os vales refeições foram efetivados no batalhão, e retirados sem explicações. Os pms que trabalham 24 horas tem uma alimentação de péssima qualidade, que não é rica em nutrientes, vitaminas, fibras e muitas outras necessidades alimentar que o corpo exige com o desgaste físico e mental. Um militar revoltado disse que a classe está sendo tratada como bicho.

Com informações do correspondente Richard Lopes

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Agência Miséria

ComentáriosComentários