JPMotos
Morre motorista espancado por população após atropelar 8 pessoas em Crateús; vídeo
4 de dezembro de 2018 às 15:20
12
Visualizações

O motorista que atropelou oito pessoas em Crateús no último domingo (2) e foi espancado por populares morreu na madrugada desta terça-feira (4). Fernando Cesar Portela Barbosa de 50 anos, estava internado em estado grave na Santa Casal de Sobral. De acordo com a polícia, ele havia sofrido politraumatismo craniano. Uma vítima do atropelamento morreu e duas estão em estado grave.

Fernando Cesar  dirigia um carro modelo Gol, de placas PUB 9726, quando subiu a calçada de um estabelecimento comercial em alta velocidade, Avenida Edilberto Frota, em Crateús, por volta das 17h do domingo (2).

A maioria dos atropelados pertencia à mesma família. Com o impacto, José Humberto Uchôa dos Santos, de 41 anos, morreu no local. Outras vítimas com lesões leves foram levadas para atendimento no hospital São Lucas, em Crateús. Entre elas, uma menina de 10 anos.

Duas vítimas em estado grave

De acordo com informações do sistema de atendimento do hospital, Fernando Barbosa estava alcoolizado quando deu entrada. Além do motorista, duas vítimas do atropelamento também foram levadas à Santa Casa de Sobral: Fabiana dos Santos, 18 anos, que já passou por exames e segue estável, internada na enfermaria e; Simone Uchôa dos Santos, 36 anos, que sofreu fratura pélvica e continua na emergência, também em situação estável, à espera de cirurgia. O homem que morreu no local do acidente era marido de Simone.

Sobre o atropelamento, segundo o boletim policial, “o motorista perdeu o controle e invadiu a calçada do estabelecimento comercial, vindo a atingir os clientes que estavam sentados. As vítimas foram socorridas ao hospital São Lucas, a maioria com fortes pancadas, lesões e fraturas; posteriormente, duas pessoas foram transferidas para Sobral, além do motorista”, relata o boletim.

Agredido com socos e chutes

Ainda, segundo o documento policial, “o condutor do veículo foi agredido com socos e chutes por pessoas no local do acidente, sendo socorrido pelos bombeiros e, depois, transferido para Sobral, onde esteve sob escolta da Policia Militar.

SSPDS confirma morte em consequência de agressões

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou que a morte de Fernando Cesar Portela Barbosa se deu “em decorrência de complicações causadas por agressões”. A Delegacia Regional de Crateús investiga o caso. “Imagens de câmeras de segurança serão utilizadas para identificar os autores do crime”, informou o órgão.

Fonte: Diário do Nordeste

ComentáriosComentários