JPMotos
Mortes no Cariri Fim de semana com cinco homicídios e duas mortes em acidentes de trânsito no Cariri
9 de janeiro de 2017 às 16:18
78
Visualizações

20170109110057_9791_capa

O número de mortes violentas se manteve em oito na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste foram cinco homicídios, duas vítimas fatais em acidentes de trânsito e um caso de suicídio. Os municípios de Crato, Farias Brito e Juazeiro do Norte enviaram dois corpos cada para serem necropsiados na Perícia Forense do Cariri. Os outros dois foram de Barbalha e Campos Sales. Uma das mortes ocorreu ainda na sexta-feira, três no sábado e as outras quatro neste domingo.

Por volta das 18h30min desta sexta-feira morreu na UTI do Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha Edilberto Nogueira Alves, de 45 anos, que residia na Rua P17, número 71 (Bairro Malvinas) naquele município. Ele se envolveu num acidente de trânsito no último dia 26 de dezembro quando sofreu traumatismo craniano. O mesmo terminou socorrido às pressas e em estado grave ao hospital, porem faleceu 11 dias depois em virtude do agravamento do seu quadro clínico.

Já às 16 horas deste sábado, ao lado da Quadra Esportiva da Escola Maria Carmosina em Farias Brito, Luciano Alves de Oliveira, que completaria 20 anos nesta segunda-feira e morava na Rua Antônio Fernandes de Lima no centro da cidade, foi morto a tiros. Ele saiu de casa com o servente de pedreiro Romário S. Alves, de 22 anos, para um matagal às margens do Rio Cariús a fim de usarem drogas e logo foram ouvidos estampidos de arma de fogo. Romário atribuiu o crime a uma pessoa que ali chegou encapuzada, mas foi detido e trazido ao IML para ser submetido a um exame residuográfico.

Cerca de meia hora depois morreu em um dos leitos do Hospital Municipal de Campos Sales Hedilton Luiz de Andrade, de 48 anos, que residia no assentamento da Agrovila São José II naquele município. Ele teria ingerido medicamentos praticando o suicídio por intoxicação e, segundo familiares, era um homem depressivo que já até tinha falado em morrer algumas vezes.

Às 19h30min ainda de sábado, no cruzamento das ruas Domingos Sávio e Santa Tereza (Pio XII) em Juazeiro do Norte, Francisco de Oliveira, de 35 anos, o “Nego Ciro” que residia na Rua Domingos Sávio, 77 naquele bairro, foi morto com cerca de dez tiros. Ele trabalhava no mercado central e era um dos organizadores do reisado do bairro Pio XII. O acusado fugiu num carro de cor preta e os profissionais de saúde do SAMU apenas atestaram o óbito no local.

No início da madrugada deste domingo, no cruzamento das ruas Joaquim Cruz e João Rocha (Bairro Aeroporto) igualmente em Juazeiro, o jovem Felipe Lissandro Barros, de 18 anos, que residia na Rua Maria das Dores naquele bairro foi lesionado com uma facada no peito esquerdo. A vítima ainda foi socorrida às pressas por populares à UPA Limoeiro, mas já chegou sem vida.

Por volta das 8 horas, no Km 09 da CE-386 que liga os municípios de Farias Brito e Crato, houve um acidente na entrada do Sítio dos Lenços (Vila Monte Pio) em Farias Brito. O mecânico Rogério Esmero Araújo, de 30 anos, que residia na Rua José Ferreira Lima, 15 naquele município, pilotava sua moto Honda CG 150 Titan de cor cinza e placa de Monte Mor (SP), quando perdeu o equilíbrio e caiu do veículo batendo com a cabeça na estrada. O SAMU esteve no local, mas os profissionais de saúde apenas constataram o óbito.

Já às 15h30min ainda de domingo, na Travessa Nova Olinda à altura do número 250 (Seminário) em Crato, Alan Gonçalves da Silva, de 28 anos, o “Alan Bico de Fogo”, foi morto com quatro tiros na cabeça. Ele morava na Travessa Nova Olinda, 02 naquele bairro e havia deixado a cadeia pública há cinco meses. Alan tinha várias passagens pela polícia e foi preso por ocasião da Operação Medellín de combate ao tráfico de drogas. O mesmo era companheiro de “Núbia Traficante”, residente no Conjunto Vitória Nossa, que segue presa.

Aproximadamente seis horas depois morreu no Hospital São Francisco em Crato o adolescente Saymon Fernandes de Castro, de 17 anos, que residia no bairro seminário. Às 19h30min deste domingo, ele foi alvejado com oito tiros na Rua Luiz Barreto de Morais perto da Praça dos Quatro Bancos naquele bairro cratense por dois homens que trafegavam em uma moto de cor preta. A vítima foi socorrida às pressas, porém faleceu duas horas depois no hospital.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários