JPMotos
Mortos a tiros: Exclusivo! Quase a metade dos homicídios de 2016 em Juazeiro foi contra jovens
10 de fevereiro de 2017 às 09:12

20170210060020_1247_capa

Um levantamento exclusivo feito pelo Site Miséria revela que 45,45% das 132 pessoas assassinadas no decorrer do ano passado em Juazeiro do Norte eram jovens com idades entre 18 e 30 anos ou uma queda percentual na comparação com 2015. Nessa faixa etária, 60 garotos tombaram mortos contra 67 em 2015 ou 54% das 124 pessoas mortas naquele ano, sendo que a maioria tem a ver diretamente com o uso ou tráfico de drogas. Outros estavam presentes no submundo do crime com furtos, roubos, lesões ou homicídios.

Nestes casos, vingança ou acerto de contas. A estatística mostra ainda que nove adolescentes – dez a menos que o ano anterior – foram mortos em 2016 no Juazeiro representando 6,81% ou, percentualmente, menos que os 15,3% de 2015. Enquanto isso 51 pessoas ou 38,63% se situavam numa faixa de idade entre 30 e 50 anos significando bem menos que as 31 (25%) pessoas assassinadas em 2015 com essa idade.

Já com idades superiores a 50 anos 12 pessoas tombaram mortas – cinco a mais em relação a 2015. O mais idoso foi morto com três tiros na cabeça aos 72 anos no caso José Farias do Nascimento, o “Zé Taxista” ou “Dedé Farias” que residia na Rua Santa Clara (Salesianos). O crime aconteceu no dia 10 de junho dentro do estabelecimento Baiano das Baterias na Rua São Paulo, 2416 (Santa Tereza). Ele era Sargento reformado da PM e trabalhou como taxista na Praça Padre Cícero

Enquanto isso os mais jovens eram três adolescentes de 15 anos. No dia 31 de janeiro, Talisson Pereira da Silva que residia na Rua Francisco Monteiro (Triângulo) e morreu no Hospital Regional do Cariri dias após ser esfaqueado dentro de casa por sua vizinha Lilian Carine Silva, de 18, a qual foi presa. No dia 5 de fevereiro, Ruan Jackson da Silva Araújo, que morava na Rua Teodomiro Rocha (Timbaúbas) e foi morto a tiros na Avenida Carlos Cruz perto do Hiper Bompreço (Santa Tereza) momentos após deixar o Centro Sócio Educativo José Bezerra de Menezes. No dia 18 de dezembro, Danilo Calixta dos Santos Silva, que residia na Avenida Paraíba (João Cabral) e foi morto a tiros no cruzamento das ruas Capitão Coimbra e Pio Norões naquele bairro.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

138 total views, 2 views today

ComentáriosComentários