JPMotos
Novos fatos e polícia pode ter prendido em Juazeiro autor do tiro que matou Sayure em Caririaçu
24 de agosto de 2017 às 06:41

A cada dia que passa a Polícia Civil de Caririaçu e Juazeiro do Norte se convence quanto a elucidação do assassinato da jovem Sayure Alves Nobre, de 18 anos, morta com um tiro no pescoço na noite do último dia 11 de agosto. Toda a trama começou em Juazeiro onde os acusados e a vítima moravam e terminou em Caririaçu aonde o corpo foi encontrado. Passados 12 dias do crime a polícia já prendeu dois acusados de envolvimento no assassinato da garota que estava grávida de três meses e meio.

Por volta das 10h30min desta quarta-feira investigadores da polícia civil chefiados pelo Delegado de Caririaçu, Helder Cassiel, cumpriram mais um mandado de prisão temporária expedido pela justiça. Cícero João de Medeiros, apelidado por “Golinha”, foi preso na casa de um amigo seu no bairro Triângulo e estava armado com um revólver por cujo motivo foi autuado em flagrante pelo Delegado Regional de Polícia Civil de Juazeiro, Juliano Marcula.

Para a polícia, ele seria o autor do disparo que matou Sayure a qual residia na Rua Vereador Antonio Brás (Bairro Limoeiro) em Juazeiro. “Golinha” teria sido visto no Fiat Pálio de cor branca juntamente com a vítima e o namorado dela, Jefferson Matteus Aguiar Luciano, de 19 anos, também morador do bairro Triângulo, onde foi preso no dia 16 de agosto ou cinco dias após o achado do cadáver às margens da CE-060 perto do lixão de Caririaçu.

Inclusive, esse carro já tinha sido apreendido e se encontra no pátio da 20ª DRPC. Os dois negam terem matado Sayure, mas a polícia enxerga contradições em seus depoimentos e vão submetê-los a uma acareação. Além disso, o Delegado Helder Cassiel garante já ter outras provas os incriminando e tudo aponta para o motivo de que Jefferson não queria ser pai. A polícia investiga ainda algo relacionado com um suposto aborto que estaria em curso pelo valor de R$ 400,00.

Assista o vídeo:

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

352 total views, 2 views today

ComentáriosComentários