JPMotos
Pelo menos onze pessoas são detidas sob suspeita de envolvimento nos ataques em Fortaleza e RMF
3 de janeiro de 2019 às 16:46
110
Visualizações

Onze pessoas foram capturadas – pelo menos cinco foram presos e quatro adolescentes apreendidos – sob suspeita de envolvimento nos incêndios a veículos e dano ao patrimônio público, ocorridos desde a noite desta quarta-feira (2) até esta quinta-feira (3). De acordo com aSecretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma 12ª pessoa também foi conduzida para uma delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvida e segue sob investigação.

Pelo menos 18 ataques criminosos foram registrados em vários pontos de Fortaleza e da Região Metropolitana. Em nota, a SSPDS confirmou 13 casos. O Sindiônibus informou que oito coletivos foram incendiados, sendo dois coletivos incendiados parcialmente, nos bairros Bonsucesso e Serrinha.

A SSPDS ressalta que a cúpula de segurança pública e os chefes das vinculadas, Polícias Civil e Militar, acompanham, desde a madrugada, a situação das ocorrências e estiveram reunidos já nas primeiras horas da manhã desta quinta.

As investigações acerca das ações criminosas estão a cargo da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e as diligências seguem em andamento com equipes de policiais civis e militares.

Queima de ônibus e crimes contra patrimônio público

A primeira ocorrência de incêndio em coletivo com perda total aconteceu às 23h22, quando equipes policiais foram acionadas para o bairro Edson Queiroz. Depois da meia-noite, outro ônibus foi incendiado no bairro Parque Santa Rosa e uma van também foi queimada no bairro Planalto Caucaia.

Ainda na madrugada, foi registrada uma explosão contra um dos pilares de um viaduto situado na BR-020, em Caucaia, Região Metropolitana da Capital.

Foram registradas ainda avarias em câmeras de videomonitoramento da SSPDS nos bairros Barra do Ceará e Bom Jardim; em fotossensores em Messejana, Moura Brasil e Caucaia; e contra um semáforo no bairro Quintino Cunha.

Ainda de acordo com a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), disparos de arma de fogo foram efetuados contra a porta de uma agência bancária, no bairro Otávio Bonfim. E, no bairro Damas, um artefato de fabricação caseira foi arremessado contra um posto de combustíveis. Um funcionário conseguiu debelar as chamas e ninguém ficou ferido durante a ação.

Já no Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Horizonte, suspeitos atearam fogo contra veículos que estavam no pátio da repartição. Cinco automóveis tiveram perda total e um foi atingido parcialmente.

Novos incêndios a ônibus foram registrados desde o fim da manhã desta quinta-feira (3). Um deles na Av. Cônego de Castro, no Bairro Parque Santa Rosa, a dois quarteirões de onde outro coletivo também foi queimado na mesma via, na noite da quarta-feira (2). Outros dois incêndios, nos bairros Barroso e Mucuripe, também foram registrados.

No Barroso, o ônibus ficou completamente destruído. Todos os passageiros foram retirados do veículo e ninguém ficou ferido. O ataque ocorreu na rua N, uma das principais ruas do bairro.

Diário do Nordeste

ComentáriosComentários