JPMotos
Pintor morre eletrocutado em Porteiras na terceira morte com energia este mês no Cariri
13 de abril de 2019 às 04:55
29
Visualizações

Somente neste mês de abril três pessoas morreram em conseqüência de descargas elétricas na região do Cariri ou mais precisamente nos municípios de Potengi, Juazeiro e Porteiras. Por volta das 16 horas desta sexta-feira o pintor João Ranilson Serafim Furtado, de 38 anos, o “Ranilson de Azarias”, que morava na Rua Guilherme Couto no centro de Porteiras, morreu eletrocutado.

Ele estava pintando o prédio de um depósito de material de construção, na área central da cidade, quando a parte metálica do cabo do rolo bateu num dos fios da rede de alta tensão. Ranilson sofreu uma descarga elétrica e foi socorrido às pressas por populares ao Hospital de Porteiras, mas já chegou sem vida. O corpo do pintor foi recolhido pelo rabecão a fim de ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro.

Antes, no dia 1º de abril, o ajudante de caminhão Douglas Paulo da Silva, de 20 anos, que residia em Potengi, morreu no Sítio Gravatá daquele município. O caminhoneiro José Bento Lopes, de 57 anos, foi dar uma marcha à ré quando bateu num poste da rede elétrica e um fio de alta tensão se partiu caindo sobre Douglas. O rapaz foi socorrido ao Hospital de Potengi e houve uma tentativa de reanimação sem êxito.

Na última quarta-feira (10) foi necropsiado na Pefoce de Juazeiro o corpo do aposentado Geraldo Dionísio Francisco, de 73 anos, que residia na Rua do Rosário (Salesianos) em Juazeiro. Ele foi encontrado dentro de sua casa perto de fios elétricos desencapados e apresentando algumas queimaduras. O mesmo ainda foi levado ao hospital e, depois, ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) em Barbalha.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários