JPMotos
PM prende quadrilha que praticava assaltos em série e deixou uma policial baleada no rosto
4 de janeiro de 2018 às 11:31
46
Visualizações

Malaca 100 Malaca 300

Jefferson Campos do Nascimento (atirou na policial)      Francisco Gabriel Ferreira Coelho 

Malaca 200 Malaca 400

Francisco Leandro Lopes Araújo                                    Francisco Leonardo Araújo de Sousa 

Malaca 500

Duas armas e três carros roubados estavam em poder dos assaltantes presos pelo Cotam

Uma quadrilha composta por quatro bandidos foi capturada na tarde desta terça-feira (2) durante uma operação policial que envolveu agentes da Coordenadoria de Inteligência Policial (CIP) e patrulhas do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque).Os integrantes do bando são suspeitos da tentativa de assalto que resultou em uma policial militar baleada. O crime ocorreu no começo da manhã de segunda-feira (1º). A PM permanece hospitalizada.

A captura do grupo ocorreu após diligências realizadas por agentes da CIP desde o momento da ocorrência registrada por volta de 5 horas do primeiro dia do ano, quando a soldado Sara Waleska de Oliveira Barreto seguia para seu primeiro dia de trabalho e acabou sendo atacada por bandidos no bairro Damas, na Capital. Na ocasião, ela estava acompanha de outra PM e as duas seguiam de carro para a sede da 2ª Companhia do 8º BPM (Papicu).  Sara dirigia o seu automóvel quando este foi interceptado pelos criminosos. O grupo armado estava à bordo de um veículo modelo Tucson, roubado horas antes durante um assalto no bairro Montese.

Baleada

Ao perceber a ação dos criminosos, a PM engatou uma marcha à ré, ocasião em que um tiro foi disparado na sua direção. A bala atravessou o pára-brisa do carro da policial e atingiu seu rosto, ficando alojada próximo ao pescoço. Os assaltantes fugiram e a militar foi socorrida para o Instituto Doutor José Frota. Ontem, a PM acabou sendo transferida para um hospital particular e submetida a cirurgia para a extração do projétil. Seu estado de saúde é estável.

Agentes da CIP passaram a investigar o caso imediatamente e descobriram que os criminosos  estariam há horas praticando assaltos em série na área entre os bairros Montese, Parangaba, Damas e Porangabuçu. A área passou a ser vigiada e ontem à tarde, uma patrulha do Cotam se deparou com o grupo já em outro carro roubado, um Fiat Palio Attractive.

Capturados

Os criminosos tentaram fugir, mas não conseguiram, sendo abordados na Avenida José Bastos, próximo à Freira de Parangaba. Os quatro foram cercados pela patrulha do Cotam, prefixo CT-4063, comandada pelo subtenente PM Feijó e  composta, ainda, pelo sargento Rodrigo e pelos cabos Maia e F. Silva. Os quatro suspeitos acabaram identificados como: Francisco Leonardo Araújo de Sousa, 21 anos; Jefferson Campos do Nascimento, 21 (que confessou ter atirado contra a PM); Francisco Leandro Lopes de Araújo, 18 anos; e Francisco Gabriel Ferreira Coelho, 22.

Na casa dos bandidos, numa favela entre os bairros Bela Vista e Rodolfo Teófilo, os policiais da CIP e do Cotam encontraram mais dois carros roubados pelo bando (entre eles, a Tucson usada no ataque contra a policial), além de duas armas de fogo e vários objetos fruto dos assaltos. A quadrilha foi encaminhada à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação do atentado sofrido pela policial militar.

ComentáriosComentários