JPMotos
Polícia identifica crianças que morreram em incêndio. Pais caem em contradição ao prestar depoimento
5 de junho de 2018 às 06:03
89
Visualizações

Maria Eloá (2 anos), Maria estela (6 anos) e Antônio Juan (5 anos), irmãos, morreram carbonizados

A Polícia Civil e o Conselho Tutelar da cidade de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) já identificou as três crianças que morreram carbonizadas na madrugada desta segunda-feira durante um incêndio na residência onde a família morava. Os pais das crianças já foram também localizados e estão sendo ouvidos em depoimento.

O incêndio aconteceu por volta de 2h50 em uma residência localizada na Rua 7 do bairro Barrocão, em Itaitinga. Segundo a Polícia, as três crianças que morreram queimadas no sinistro eram: Maria Eloá, de 2 anos; Antônio Juan, de 5 anos; e Maria estela, de 6 anos, irmãos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo teria irrompido no quarto onde as crianças dormiam e, rapidamente, as chamas se espalharam pelo imóvel. A Corporação informa que enviou três viaturas para o local (um autotanque, um resgate e um ambulância), mas não ouve tempo para salvar a vida dos três irmãos.

Em depoimento aos membros do Conselho Tutelar de Itaitinga, os pais das crianças disseram que tinham saído de casa, mas deixado as crianças sozinhas por “pouco tempo”. No entanto, as autoridades constataram muitas contradições nos depoimentos. Os tios que moram na mesma residência não estavam lá.

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários