JPMotos
Polícia prende três acusados de matarem mecânico esta tarde em Crato
18 de abril de 2018 às 07:47
290
Visualizações

Um homicídio foi registrado por volta das 18 horas desta terça-feira no centro de Crato. O mecânico Jorge Dias de Figueiredo, de 51 anos, estava em sua oficina na Rua Tristão Gonçalves perto do cruzamento com a Rua Almirante Alexandrino quando foi surpreendido por disparos num suposto crime de pistolagem. O mesmo terminou atingido com cerca de dez tiros de pistola 9 mm e ainda foi socorrido ao Hospital São Camilo, mas já chegou sem vida.

A polícia foi avisada que os acusados tinham fugido numa caminhonete de cor branca quando patrulhas do Policiamento Ostensivo Geral, RAIO e Batalhão de Divisas fecharam o cerco e prenderam três acusados já no bairro Batateiras. Eles estavam num veículo Amarok de cor branca e placas OSP-7639, inscrição de Barbalha, em cujo interior os PMs encontraram duas pistolas 9 mm usadas para matar Jorge que já tinha sido preso, certa vez, para responder por crime de tráfico de drogas.

Um dos presos apresentou documento falso em nome de Danilo de Souza Barros que, na verdade, é Wesley Bezerra Batista, de 22 anos, o “Bererê”. Ele é de Jaguaretama e acusado de vários crimes como homicídio, tráfico de drogas, assaltos, receptação, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. João Batista Ribeiro Filho, de 42 anos, que deve ser “Marcondes” usando documento falso. O mesmo seria foragido da cadeia de Campos Sales onde assassinou um mototaxista em 2004 para roubar o seu veículo e o outro é Geovani dos Santos Sousa.

Este foi o terceiro homicídio do mês de abril em Crato e o 13º do ano no município. O último tinha acontecido na noite do dia 4 de abril quando o ex-presidiário Adailton Sales dos Santos, de 32 anos, o “Pintado”, foi morto a tiros perto de sua casa na Rua Santo Antonio da Vila Pau em Pé no Parque Grangeiro. Ele respondia procedimentos criminais na justiça e na polícia de Crato, Juazeiro, Barbalha, Jardim e Brejo Santo por tráfico de drogas, assaltos, formação de quadrilha e violência doméstica.

Armas de fogo apreendidas em poder do trio que estava numa caminhonete Amarok com placas de Barbalha (Foto: Reprodução/Redes Sociais )

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

 

ComentáriosComentários