JPMotos
Preso com cartuchos de grosso calibre acusado de matar agricultor a pauladas em Jardim
12 de junho de 2017 às 21:15

O ex-presidiário ​João Batista dos Santos, de 28 anos, residente no Sítio Serra Gravatá em Jardim, retornou à cadeia pública daquele município momentos após matar um colega de farra à pauladas. O crime aconteceu no início da madrugada desta segunda-feira quando o agricultor Moacir Lourenço de Souza, de 54 anos, foi assassinado perto da Escola Jesus Coutinho daquela localidade rural, onde a vítima morava.

Após o crime, militares do Destacamento de Jardim diligenciaram e o acusado foi preso pelo Sargento Dos Anjos e os Soldados Cézar e Batista, sendo apresentado ao Delegado de Polícia Civil, Denis Leonardo Ferraz da Silva, que o autuou em flagrante para responder por crime de homicídio. João Batista é réu confesso e estava bebendo com a vítima quando surgiu uma discussão por motivos banais a qual ganhou em acirramento e resultou no crime.

O acusado foi preso em sua residência, onde os policiais encontraram três cartuchos calibre 12 e o mesmo já está recolhido à cadeia pública de Jardim à disposição da justiça. João Batista já respondia Ação Penal por crime de tráfico de drogas e é suspeito de envolvimento noutros crimes praticados em Jardim o que está sendo investigado após a prisão dele.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

303 total views, 2 views today

ComentáriosComentários