JPMotos
Preso na rodoviária de Juazeiro acusado de estuprar menor em Caririaçu e ferido por unhas
3 de agosto de 2018 às 06:15
95
Visualizações

Mais um caso de estupro de vulnerável foi registrado na região do Cariri mais precisamente na zona rural de Caririaçu e o acusado terminou no interior de um ônibus da empresa Guanabara na rodoviária de Juazeiro do Norte. Francisco Valdeci Silva, de 35 anos, mora na Rua Jardim Colares (Bairro Siqueira) em Fortaleza para onde seguiria, mas estava residindo há dois anos no Sítio São Lourenço em Caririaçu, onde tudo aconteceu na madrugada desta quinta-feira.

Por volta das 4 horas a mãe de uma adolescente de 15 anos acordou e notou a ausência da garota dentro de casa comunicando ao esposo. Imediatamente, o pai da menina saiu até o alpendre onde o seu cunhado Valdeci dormia e este não se encontrava na rede. Daí partiu na direção de um quarto ao lado da casa onde são guardadas ferramentas agrícolas e se deparou com o mesmo praticando sexo com sua filha. Valdeci correu por um matagal e ainda foi perseguido em vão pelo pai da menina.

Segundo o Sargento Astanio Morais do Destacamento Militar de Caririaçu, a polícia foi avisada às 7 horas pelo próprio pai da vítima e diligenciou à procura do mesmo, além de comunicar o fato aos órgãos de segurança em Juazeiro. Por volta das 9 horas Valdeci foi preso pelos GCMs Mairton e Cassiano, membros da Guarda Civil Municipal de Juazeiro que o conduziram à 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil com o apoio do Grupo Tático Motorizado (GTM) e a viatura do inspetor de dia.

Ele chegou na rodoviária às 08h30min e, imediatamente, adquiriu uma passagem para o primeiro ônibus que ali passasse que seria uma hora depois na direção de Fortaleza. O acusado pagou R$ 64,45 pelo bilhete e viajaria na poltrona 38 na qual já estava sentado quando foi preso. Chegando na delegacia foi constado que Valdeci tinha registrado um Boletim de Ocorrência (BO) às 08h19min informando ter perdido os seus documentos na manhã da última segunda-feira em Juazeiro.

O mesmo apresentava vários ferimentos, porém decorrentes da fuga por um matagal com predomínio da chamada “Unha de Gato”. Ele estava morando há dois anos em Caririaçu e é casado com uma tia da adolescente que estuprou. O acusado vinha trabalhando numa empresa da construção civil em Juazeiro e estava afastado por conta de um acidente, mas iria retornar. Valdeci confessou que mantinha um relacionamento há um mês com a adolescente até quando iam apanhar fava na roça.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

 

ComentáriosComentários