JPMotos
Professores de Icó são recebidos com armas e spray de pimenta na Câmara
20 de fevereiro de 2018 às 16:11
89
Visualizações

Professores da rede municipal de ensino de Icó, foram recebidos com armas e spray e pimenta nas proximidades da Câmara Municipal de Vereadores, na noite dessa segunda-feira (19). A informação é da professora Enedina Soares, presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (FETAMCE).

Um grupo de educadores se reuniu ao lado do prédio Manuel Antônio Nunes, sede do Poder Legislativo, para protestar contra o Decreto Nº 02/2018, no qual a prefeita Laís Nunes (PMN) reduz o salário de 362 professores pela metade.

Além de impedidos de acompanhar a sessão, os professores ficaram sob a mira de armas e foram agredidos com spray de pimenta. Algumas pessoas passaram mal e foram levadas ao hospital para atendimento médico.

Em meio à confusão, os vereadores aprovaram  a redução em primeira sessão por 7 votos a 5. A segunda sessão está agendada para a noite da próxima quinta-feira (22).

A Presidenta da Fetamce, Enedina Soares, estava ao lado dos servidores em Icó, representando a Federação. Ela relatou, por meio do Portal oficial do órgão que representa, os momentos de tensão vividos pelos manifestantes.

Professores acompanham a votação que aprovou a redução salarial (Foto: Reprodução/Fetamce)

“Chegamos à Câmara e nos assustamos com o clima de guerra. Ficamos sob a mira de armas e recebemos spray de pimenta na cara por lutar pelos nossos direitos. É uma vergonha cortar o salário dos professores pela metade e ainda ferir aqueles que educam as nossas crianças. Pedimos a ajuda de todos para denunciar essa violência!”.

Entenda

Em forma de decreto a prefeita Laís Nunes tornou nulas todas as ampliações de carga horária, concedidas aos profissionais do Magistério do Municipal de Icó, efetivadas em função do Decreto Municipal n. 018/2014.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por João Boaventura Neto

ComentáriosComentários