JPMotos
Região Metropolitana de Fortaleza vive clima de guerra entre facções, com 93 pessoas mortas em 25 dias de setembro
26 de setembro de 2018 às 14:02
27
Visualizações

RMF Morte

Assassinatos viraram uma rotina na guerra entre as facções criminosas GDE e CV

A guerra travada diariamente por facções criminosas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) já deixou 93 mortos somente em 25 dias deste mês de setembro. A ousadia dos bandidos chegou ao limite na madrugada desta quarta-feira (26), quando bandidos picharam as siglas de uma facção na fachada de uma delegacia da Polícia Civil.

O fato ocorreu na delegacia do 21º Distrito Policial, localizada na Rua 118 do Conjunto Timbó. Durante a madrugada, bandidos picharam a frente da DPM com a sigla da facção Guardiões do Estado (GDE), apontada como arquiinimiga do Comando Vermelho (CV). Os dois grupos travam atualmente uma “guerra” que já deixou centenas de mortos neste ano na Capital e Região Metropolitana.

A Polícia Civil não se manifestou sobre o assunto. Já a Polícia Militar, reforçou o patrulhamento na área e tenta, através de informações sigilosas, identificar e prender os pichadores. O Conjunto Timbó tem registrado crimes de morte em decorrência do conflito armado entre dois grupos.

Balanço sangrento

Somente entre os dias 1º e 25 de setembro, nada menos, que 93 pessoas foram mortas na Região Metropolitana de Fortaleza, nos seguintes Municípios: Caucaia (23 mortos), Maracanaú (18), Maranguape (12), Aquiraz (9), Pacatuba (6), Itaitinga (6), Cascavel (6), Horizonte (5), Pacajus (4), Eusébio (2) e São Gonçalo do Amarante (2).

Já em Fortaleza, no mesmo período, foram registrados 108 assassinatos. Entre as vítimas, 17 mulheres.

 

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários