JPMotos
Segurança foi morto a tiros por dois irmãos em um bar no Distrito de Dom Quintino em Crato
24 de janeiro de 2017 às 07:44

20170123081028_4599_capa

Após exatos duas semanas de tranqüilidade um novo homicídio foi registrado em Crato se constituindo no quarto deste ano naquele município. Por volta de uma hora da madrugada deste domingo o segurança Bruno Marcolino Fernandes, de 21 anos, foi lesionado com um tiro no tórax quando se encontrava no Bar da Tilápia que funciona no Distrito de Dom Quintino. Ele morava na Rua Antonio Augusto de Sousa, 44 daquela localidade e ainda foi socorrido ao Hospital São Francisco onde morreu.

Populares ainda atearam fogo na moto Yamaha YBR Factor de cor branca dos acusados no caso os irmãos Francisco e Diego Arruda Mateus, residentes na Travessa Boa Vista (Bairro Gisélia Pinheiro) em Crato. As chamas foram debeladas pelos Sargentos Veríssimo, Cassiano e Alex os quais diligenciaram e prenderam os dois já no Sítio Brea ainda em Dom Quintino apresentando escoriações decorrentes de agressões populares. Na Delegacia, Francisco Arruda assumiu a autoria do disparo de revólver que não foi encontrado.

O último homicídio em Crato tinha ocorrido na noite do dia 8 de janeiro. O adolescente Saymon Fernandes de Castro, de 17 anos, que residia no bairro seminário, foi lesionado com oito tiros quando se encontrava na Rua Luiz Barreto de Morais perto da Praça dos Quatro Bancos naquele bairro por dois homens que trafegavam em uma moto de cor preta. A vítima terminou socorrida às pressas ao Hospital São Francisco, mas faleceu cerca de duas horas após.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

205 total views, 1 views today

ComentáriosComentários