JPMotos
Sequência de execuções sumárias nas últimas 24 horas faz Ceará atingir a marca de 1.999 assassinatos neste ano
7 de novembro de 2019 às 10:35
18
Visualizações

Carlito Pamplona morte

Um homem de 25 anos foi morto a tiros diante de familiares no bairro Carlito Pamplona

Itaitinga

Em Itaitinga, um jovem de 19 ano foi assassinado por ser recusar a entrar para uma facção 

José Walter

Avenida L do Conjunto José Walter, um jovem foi fuzilado na calçada de um comércio

Larissa - Horizonte

Larissa Ancelmo foi morta a tiro, na noite de ontem, na cidade de Horizonte 

Quatro assassinatos foram registrados nas últimas 24 horas na Grande Fortaleza e um no Interior, elevando para 1.999 o número de homicídios no Ceará em 2019. Prestes a ultrapassar o patamar de dois mil Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), o Ceará deve fechar o ano com aproximadamente 2,5 mil assassinatos.

Ainda na tarde desta quarta-feira (6), um homem foi executado a tiros na Avenida L do Conjunto José Walter, na zona Sul de Fortaleza. Testemunhas contam que a vítima – não identificada – caminhava pela avenida quando foi surpreendida pelos assassinos que trafegavam numa motocicleta. A vítima foi atingida com vários e tombou morta na calçada de um estabelecimento comercial.

Por volta de 19h30, um homem de 25 anos foi morto, a tiros, na porta de casa e na presença de familiares. O crime aconteceu na Rua Zuíla Gadelha, no bairro Carlito Pamplona, na zona Oeste de Fortaleza. Conforme testemunhas, os assassinos obrigaram a vítima a ficar de joelhos e implorar para não ser morta. Logo em seguida, o homem foi executado com tiros na cabeça. A Polícia o identificou como Ismael Gomes Ferreira, que era usuário de drogas e tinha antecedentes criminais por roubo.

Mais mortes

O terceiro homicídio na Grande Fortaleza aconteceu por volta de 22 horas no bairro Planalto, na cidade de Horizonte, na Região Metropolitana, onde uma jovem identificada por Larissa Anselmo foi baleada dentro de casa por desconhecidos. Ela recebeu tiros no tórax e abdome e chegou a ser levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte por um vizinho em uma motocicleta. Mas, logo em seguida, a jovem faleceu na Emergência.

O quarto assassinato aconteceu no fim da noite, quando bandidos encapuzados invadiram uma residência em um sítio na Avenida Lídia Alves Cavalcante, na localidade conhecida como Lajes dos Gatos, em Itaitinga, e atiraram contra um morador da comunidade. A vítima foi atingida com vários tiros à queima-roupa e morreu no local. A Polícia identificou o morto como Luciano Layron Gomes de Oliveira, 19 anos, que não possuía antecedentes criminais. Ele morava com os pais, que presenciaram o assassinato do filho.

De acordo com a Polícia, Luciano Layron teria sido morto por ter se recusado a fazer parte de uma facção criminosa que domina a área.

Criança assassinada

Uma menina de 11 anos de idade morreu na noite desta quarta-feira (6) no Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte, após ter sido atingida com um tiro no tórax. O crime ocorreu no Município de Brejo Santo (a 515Km de Fortaleza). O suspeito do crime é um ex-namorado da irmã da criança. Francisco Leonardo da Silva, o “Naldo”, 36 anos, teria ido até a casa da ex-namorada, com a intenção de matá-la por não aceitar o fim do relacionamento. Ao disparar a arma, um revólver de calibre 32, acabou atingindo a menina.

Ana Lorrany Bernardo da Silva, 11 anos, chegou a ser socorrida para o HRC, mas morreu na sala de cirurgia. O assassino, que seria foragido da Justiça de São Paulo, está sendo procurado.

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários