JPMotos
Suspeitos de participarem de assalto a 2 bancos em Milagres serão ouvidos nesta terça
18 de dezembro de 2018 às 07:00
85
Visualizações

Oito presos suspeitos de participarem da tentativa de assalto a dois bancos em Milagres, que deixou 14 pessoas mortas, estão sendo ouvidos nesta terça-feira (18) na audiência de custódia. Os depoimentos ocorrem no Fórum Juvêncio Santana, em Juazeiro do Norte. As audiências começaram logo pela manhã e se estendem pela parte da tarde.

A segurança no Fórum está reforçada. Na madrugada desta terça-feira (18), o Fórum Juvêncio Santana foi alvo de ataques de criminosos, que atiraram coquetéis molotov contra o prédio. O grupo também teria atentado contra a sede do Demutran e incendiou uma ambulância em Juazeiro do Norte. A Polícia não confirmou se os ataques possuem relação com a audiência dos suspeitos.

A tentativa de assalto aos bancos de Milagres, ocorrida no último dia 7, foi frustrada pela Polícia. O confronto terminou com 14 pessoas mortas, entre elas seis reféns.

Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento na ação. Entre elas, está um homem de 36 anos, identificado como Robson José dos Santos, natural de Aracaju (SE). Ele foi detido por policiais civis e militares no interior de uma van, na cidade de Brejo Santo.

Os outros dois detidos foram identificados como Gian Sidney Wynne Santos (25), natural de Laranjeiras (SE), e o cearense Cícero Rozelir da Silva Caldas (34), com passagens pela Polícia do Ceará por receptação, desobediência, corrupção ativa, crimes de trânsito, posse irregular de arma de fogo e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Eles foram autuados por integrar organização criminosa e roubo.

Mais cinco suspeitos de tentar facilitar a fuga do restante da organização criminosa também foram capturados, em uma abordagem policial.

De acordo como informações divulgadas nesta terça-feira pelo Diário do Nordeste, há suspeitas de que a cena do crime tenha sido adulterada. O Ministério Público do Ceará investiga.

Mais informações em instantes. 

 

Diário do Nordeste

ComentáriosComentários