JPMotos
Tiroteios com mais de um morto são recorrentes no Ceará
5 de junho de 2017 às 07:43

Para além da chacina registrada no último sábado (3), no Porto das Dunas, foram contabilizadas diversas ações criminosas com múltiplos mortos, no Ceará, ao longo dos últimos 30 dias. Registros disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) apontam que do dia 3 de maio até o dia 3 de junho de 2017 foram registrados 17 duplos e cinco triplos homicídios no Estado.

Das 22 ocorrências registradas, 12 aconteceram em bairros da Capital. O último registro contabilizado pela Pasta foi de um duplo homicídio ocorrido, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no dia 2, por volta das 19h. Conforme a Polícia Militar, dois homens sem identificação foram assassinados por suspeitos não reconhecidos. A dificuldade de identificação dos suspeitos é frequente nos casos de execução.

O dia 28 de maio foi o que mais teve registros de múltiplas mortes, nos últimos 30 dias. Foram registrados um duplo homicídio, no Conjunto Ceará; e um triplo homicídio em Aquiraz. Neste último caso, duas mulheres e um homem foram alvejados na cabeça, por disparos de arma de fogo, segundo informações da Perícia Forense.

Informações preliminares disponibilizadas pela SSPDS também apontam que houve crescimento, em números gerais, nos índices dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de mortes – no Estado, no mês de maio.

Aumento

Até o último dia 28, pelo menos, 416 pessoas foram assassinadas. Mesmo sem a contabilização dos últimos três dias do mês, este já é o segundo pior índice de mortes violentas registrado desde o início do governo de Camilo Santana. Em comparação com maio de 2016, quando aconteceram 285 mortes violentas, as ocorrências cresceram 45%.

Fonte: Diário do Nordeste

324 total views, 1 views today

ComentáriosComentários