JPMotos
Travesti de Juazeiro foi morta a tiros em Barbalha e uma pessoa saiu baleada
27 de março de 2018 às 06:10
202
Visualizações

Uma pessoa morreu e outra saiu baleada por volta das 21h30min deste domingo no cruzamento das ruas Paulo Marques e Projetada “N” no Parque Bulandeira em Barbalha. No local uma patrulha da PM encontrou munições de pistola calibre 380 deflagradas e a travesti Francisco Maceildo de Melo Matias, de 31 anos, já sem vida segundo a constatação de profissionais de saúde do SAMU.

Ela morava em Juazeiro da Bahia, onde era beneficiária do Bolsa Família, mas se encontrava na casa dos pais na Rua Paulo Marques no Parque Bulandeira. Maceildo usava sutiã e um short e, ao seu lado, estava agonizando João Mauro Granjeiro, de 47 anos, residente no Sítio Venha Ver em Barbalha. Este saiu lesionado com um tiro na cabeça e segue internado em estado grave na UTI do Hospital Santo Antonio.

Patrulhas da PM de Barbalha com os Sargentos Roberto e Rodrigues e os Soldados Nascimento,Vieira, Antero e Geamisson diligenciaram sem o êxito de prender os acusados que se aproximaram das vítimas à pé e, provavelmente, apanharam uma moto mais à frente. O corpo de Maceildo foi recolhido pelo rabecão para ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro.

Este foi o segundo homicídio do mês de março em Barbalha e o décimo de 2018 no município ou 47,6% em relação aos 21 assassinatos no decorrer do ano passado. O outro deste mês tinha acontecido no dia 8 com a morte de José Carlos Félix, de 40 anos, no Hospital São Vicente de Paulo. Ele morava na Avenida Fortaleza (Bairro Cirolândia) e estava internado desde o dia 31 de dezembro quando foi alvejado a tiros na Avenida Luiz Gonzaga perto da Igreja de Nossa Senhora Aparecida no bairro Malvinas.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários