JPMotos
Três presos e cinco armas apreendidas em Juazeiro, Brejo Santo, Barbalha e Mauriti
24 de maio de 2018 às 06:40
64
Visualizações

O plantão policial dos últimos dias registrou as prisões de três pessoas e apreensões de cinco armas de fogo na região do Cariri, sendo duas espingardas em Mauriti, outra em Juazeiro, uma garrucha em Brejo Santo e um revólver em Barbalha. Em Juazeiro, a polícia soube que na área próxima ao Distrito Industrial do Cariri dois jovens estavam com uma arma para tentar a prática de assaltos. Ao notarem a chegada da Equipe RAIO 02 correram por um matagal abandonando uma espingarda artesanal.

Já na Avenida João Inácio de Lucena no Centro de Brejo Santo, o menor de iniciais D. C. S. A., de 17 anos, foi apreendido com uma garrucha calibre 22 e três trouxinhas de maconha. Ele já responde atos infracionais por lesão corporal, roubo, furto, homicídio, posse ilegal de arma de fogo e drogas. Momentos antes, na Rua Eliseu Gomes de Lucena, ele tinha lesionado o adolescente de iniciais J. P. S. S., de 16 anos, juntamente com uma pessoal apelidada por “Bal” que é foragido da justiça.

Enquanto isso no chamado “Forró da Melhor Idade”, na noite de domingo no Parque da Cidade em Barbalha, a polícia soube que um homem estava armado e uma patrulha comandada pelo Sargento Roberto foi lá. No local, prendeu o jovem Jhonatan Oliveira do Nascimento, de 18 anos, o “Chapinha” que mora na Rua Natanael Pereira de Souza (Alto do Rosário) em Barbalha, com um revólver calibre 32 tendo seis cartuchos intactos.

Na tarde de segunda-feira, porém no Distrito de Olho D’água de São Félix na zona rural de Mauriti, a polícia prendeu o aposentado Francisco de Assis, de 69 anos, ali residente. Segundo o Sargento Geocondes, Comandante do Destacamento Militar de Mauriti, ele tinha em sua casa duas espingardas artesanais. Além disso, apresentava sinais de ter ingerido bebidas alcoólicas e havia ameaçado de morte Maria Dejane, residente na Rua Cristiano Soares da localidade.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários