JPMotos
Vigilante foi morto à facadas esta madrugada em Araripe por causa de R$ 25,00
18 de novembro de 2016 às 16:45

20161118100016_1620_capa

Exatamente 20 dias após e um novo homicídio foi registrado no município de Araripe. Aos 30 minutos da madrugada desta sexta-feira o vigilante Manoel Alves Feitosa, de 56 anos, que residia na Vila das Pedra (Bairro Cruz do Monte ), foi assassinado a golpes de faca pelo ex-presidiário José Reinaldo de Souza, que fugiu. Segundo testemunhas, os dois se encontravam em um bar ingerindo bebidas alcoólicas no centro de Araripe quando começaram a discutir por causa de uma dívida de R$ 25,00.

O dono do estabelecimento pediu ao acusado que se retirasse e este obedeceu, mas retornou em pouco tempo com uma faca em punho quando desfechou os golpes matando seu companheiro de farra que estava de folga esta noite. Reinaldo já tem várias passagens pela polícia e responde por um homicídio, furtos, roubos, danos e receptação. Segundo o Sargento Bento, comandante do policiamento de Araripe nesta sexta-feira, o acusado ainda tem contra si um mandado de prisão em aberto.

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro em Araripe e o sétimo de 2016 no município, onde 10 pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha ocorrido no dia 29 de outubro quando Jeovane José da Silva, de 36 anos, foi morto a golpes de faca enquanto cochilava numa cadeira o interior de seu bar na Avenida Vicente Alencar Barbosa no centro da cidade. O autor dos golpes foi uma pessoa identificada apenas por “Denis filho de Galego Zé Mata” que fugiu.

Com Parceria Site Miseria

ComentáriosComentários