JPMotos
Camilo vai a Brasília pedir ajuda do governo federal para estancar o derramamento de sangue no Ceará
30 de Janeiro de 2018 às 17:05
66
Visualizações

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), viajou hoje (30) à Brasília em busca de obter ajuda do governo federal para superar a grave crise que atinge a Segurança Pública no estado. Os altíssimos índices da criminalidade e as duas chacinas ocorridas em 48 horas no estado, entre o último sábado (27) e a segunda-feira (29), levaram o gestor a recorrer à Presidência da república em busca de apoio e auxílio do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP).

O desgaste político para Camilo Santana, em um ano de eleições (ele tentará a reeleição ao Palácio da Abolição) foi grande nos últimos dias. Não apenas para ele, mas também para a imagem do Ceará diante do resto do País e no exterior. Mas Camilo não foi só. Viajou acompanhado dos presidentes da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça do Estado, deputado Zezinho Albuquerque e o desembargador Francisco Gladyson Pontes, respectivamente. Assim, estão representados os três Poderes do Estado do Ceará: Executivo, Legislativo e Judiciário.

Força Nacional

Em Brasília, o governador tentará obter medidas emergenciais para conter a onda de chacinas e mortes em série causadas pela guerra entre as facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE). e

Em sua página no facebook, Camilo fez um resumo do objetivo da viagem ao Distrito Federal. Não está descartada a possibilidade de ser requerida a presença – pela terceira vez – da tropa da Força Nacional de Segurança (FNS) no Ceará.

ComentáriosComentários