JPMotos
Eleições 2016: Sumiço do candidato ‘Bode 90’ agita Jati às vésperas das eleições
28 de setembro de 2016 às 06:22
14
Visualizações

20160927155031_6482_capa

Um comunicado oficial em Jati, dá conta do sumiço do ‘candidato’ que nessas eleições vem agitando a cidade. Mais do que um ‘político da irreverência’ o ‘Bode 90 ‘ é um ato de protesto, para a localidade que conta com candidatura única. A notícia foi divulgada ontem, na página oficial do ‘Bode 90, no Facebook, e muitas pessoas estão lamentando o desaparecimento desde o último final de semana.

Os administradores da página afirmam que ainda não sabem se o animal foi roubado ou mesmo sequestrado. “A certeza é que ele não está no seu local de vivência”, afirmam. Os internautas estão inquietos com essa situação. Polliana Leão Souza se manifestou na página, ao afirmar que o candidato Bode, mesmo sumido, será eleito. Já Cícero José lamenta que tenha acontecido uma coisa dessas.

Conforme o comunicado, a hipótese é que tenha ocorrido ‘crime de motivação política’. Justificativas à parte, o folclore na política tomou conta da localidade e o humor é o que não faltou para essas eleições, em que o candidato ‘Bode 90’, segundo os idealizadores, estava muito bem posicionado nas pesquisas, estimulando até mesmo bolão em Jati.

A irreverência veio como forma de protesto, por haver candidatura única na cidade, da prefeita Maria de Jesus Diniz (PSD). O registro de candidatura do seu opositor, o médico Dr. Jarbas (Pros), não foi aceito. A “candidatura” do bode foi uma forma que a oposição encontrou de entrar na ‘disputa’ após o seu candidato ter registro negado pela Justiça Eleitoral.

O número 90 é alusivo ao jogo do bicho. Segundo alguns moradores insatisfeito com a atual gestão, um voto de protesto. “Não faz bem para uma cidade, por menor que ela, uma campanha com candidatura única”, critica a comerciante que pediu para ter sua identidade preservada.

O professor Kael Rocha afirma que essa ideia de levar o Bode às ruas partiu de um grupo de jovens da cidade, e não dele, como foi atribuída inicialmente. No Município, não há partido com a legenda 90. A partir da aceitação por parte da população, a “candidatura” do bode cresceu na cidade. Além do comitê, com cartazes e adesivos estampando a sua marca, o animal contou com uma campanha em seu favor, com carreata, realizada por alguns simpatizantes. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, Jati conta atualmente com 6.266 eleitores.

Fonte: Blog Diário Cariri no Diário do Nordeste

ComentáriosComentários