JPMotos
Eunício critica segurança pública no estado e abre caminhos para candidatura ao Abolição
14 de agosto de 2017 às 11:54

Na posição de Presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB-CE) inclina-se ao ceará, seu estado de origem, muito possivelmente no planejamento dos caminhos que deverá percorrer em 2018.

Já não bastasse a coleção de verbas, empenhos e liberação dos entraves que potencialmente lhe darão boa vantagem em um possível pleito ao governo do estado ano que vem, o senador investiu no que parece ser uma empreitada para apontar os deslizes do atual chefe do Executivo, Camilo Santana (PT-CE)

“Nunca houve no Ceará um mês tão violento quanto julho de 2017”, escreveu o senador este fim de semana no Facebook. Eunício destacou as informações veiculadas em matéria do Jornal O Povo, na qual trazia informações alarmantes acerca dos números de assassinatos no estado.

Apontando uma potencial “falha” do atual gestor, Eunício se expõe e inicia o questionamento acerca de uma possível candidatura ao cargo no Abolição.

“Diante de tudo isso, aliado à ineficiência da gestão de segurança pública no Ceará e na Capital, cresce nossa convicção de desenvolver um trabalho amplo no Congresso Nacional para, priorizando a segurança pública, pautar todos os projetos atinentes à área, dando assim uma resposta efetiva à população e colaborando para que tenhamos um Ceará mais seguro”, finalizou.

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Com Parceria Site Miséria.com.br

159 total views, 1 views today

ComentáriosComentários