JPMotos
Manda nudes: Depois de tatuar Temer no ombro, deputado pede foto de mulher pelada durante votação na câmara
3 de agosto de 2017 às 16:31

Antes de gritar e chamar partidos políticos de organizações criminosas durante a votação na Câmara dos Deputados, Wladimir Costa (SD-PA), usou o seu tempo de parlamentar para pedir fotos de mulher pelada na tarde desta quarta-feira (2),em Brasília.

Ele é o mesmo que no início da semana recebeu todos os holofotes da mídia ao exibir uma tatuagem que garante ser verdadeira, com o nome de Michel Temer e a bandeira do Brasil no ombro.

“Mostra a tua bunda, afinal não são suas profissões que a destacam como mulher, é sua bunda. Vai lá, põe aí, garota”, pediu o deputado via WhatsApp. As imagens foram feitas pelo fotógrafo Lula Marques; “ele ficou sentado ali por quase uma hora, respondendo ‘zap’ de gabinete, vendo as meninas e conversando”, relatou o fotógrafo.

Wladimir, que teve o mandado cassado pelo TRE em julho de 2016 e aguarda no cargo o julgamento de recurso, é um retrato do que pode se esperar da política brasileira. Com um salário de R$ 33.763,00, ele é pago com o dinheiro público para soltar confetes e pedir “nudes” enquanto “trabalha” pelo povo.

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Com Parceria Site Miséria.com.br

339 total views, 5 views today

ComentáriosComentários