JPMotos
Mourão executa corte de 100% da verba destinada à Globo e outras mídias.
26 de janeiro de 2019 às 09:30
284
Visualizações

General que ocupa o posto de Presidente da República, já que Bolsonaro está na Suiça, decretou na tarde desta quarta-feira o corte total de toda a verba governamental que é destinada aos canais de TV e mídia em geral.

A decisão veio após os ataques em massa que o Governo vem sofrendo com as acusações infundadas contra o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente. A tentativa covarde de tentar relacionar o assassinato da vereadora Marielle Franco ao senador foi a gota d’água.

Segundo informações extra-oficiais, Bolsonaro ligou para Mourão e ordenou a assinatura do decreto que elimina totalmente a destinação de verbas públicas para a mídia.

Com essa decisão, alguns jornais como Folha de S. Paulo, Estadão, GloboNews e O Globo podem decretar falência em alguns dias. A Rede Globo também será drasticamente afetada com o decreto, perdendo cerca de 40% do seu orçamento total, o que claramente resultará na demissão de artistas e apresentadores.

O decreto estabelece que nenhuma mídia de TV ou internet deverá receber apoio financeiro por meio do dinheiro público, sendo obrigadas a se sustentarem com a venda de assinaturas ou contratos com patrocinadores, tonando-as assim independentes, como sempre deveriam ser.

ocongresso

ComentáriosComentários