JPMotos
Sérgio Moro sofre ameaças, e presidente Jair Bolsonaro toma decisão drástica; veja
9 de janeiro de 2019 às 13:42
292
Visualizações

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, determinou que a segurança do ministro Sérgio Fernando Moro seja intensificada. Tanto o integrante do governo – que hoje ocupa o cargo no Ministério da Justiça e Segurança Pública– quanto os seus familiares devem, pela decisão, ter a segurança reforçada pela Polícia Federal. A decisão foi publicada neste terça-feira, 08 de janeiro, em edição extra do Diário Oficial da União.

O texto justifica tal necessidade. Segundo o despacho presidencial, as recentes informações que alegam possíveis riscos à Sérgio Moro, no exercício de sua função enquanto titular do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, exigem, por intermédio da Polícia Federal, ações que contemplem e garantam a segurançapessoal, tanto do ministro quanto de seus familiares.

O texto acrescenta ainda que as ações do órgão de segurança podem ser feitas diretamente, ou por intermédio de articulação com órgãos de segurança pública dos entes da federação.

Esta não é a primeira vez que Sérgio Moro necessita de reforço em sua segurança. Quando ainda era Juiz Federal, em Curitiba, Paraná, o agora ministro comandava as ações da Operação Lava Jato.

Diante dos trabalhos, envolvendo muitas vezes políticos de prospecção nacional, o então juiz à época passou a sofrer uma série de ameaças, sobretudo por meio das redes sociais.

Diante disso, também naquele período necessitou-se ampliar a equipe de sua segurança pessoal, bem como de sua família, diante do temor de que as ameaças pudessem materializar-se.

Topbuzz

 

ComentáriosComentários