JPMotos
Pré-estação: Fenômeno perde força e chuvas no Cariri diminuem
28 de dezembro de 2016 às 10:38

20161228063033_9681_capa

O sistema de baixa pressão atmosférica, chamado de fenômeno Cavado de Altos Níveis-CAN, responsável por pluviosidade em diversas regiões, perdeu força e, com isso, as chuvas no Ceará, sobretudo no Cariri, perderam intensidade. Há exatamente uma semana que a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) não registra chuvas em mais de três cidades carirenses num mesmo dia.

Quando se analisa o volume das chuvas, esta lacuna sobe para mais um dia. A última grande chuva na região, foi no dia 17 de dezembro, quando órgão registrou mais de 100 milímetros em três municípios: Penaforte (146.5 mm); Jati (120mm) e Porteiras (106mm).

De acordo com o meteorologista da Funceme, Raul Fritz, essas chuvas foram ocasionadas devido aos “sistemas de chuvas que se formaram na Bahia, típico desta época do ano, e influenciaram o sistema meteorológico no sul do Estado, causando pancadas de chuvas isoladas”.

Para janeiro, o fenômeno, no entanto, é outro. “Dessa vez, quem atua é outro sistema, os vórtices ciclônicos em altos níveis (VCAN), responsáveis pelas chuvas do início do ano”, acrescenta, ao ponderar que essa pluviosidade é irregular e varia muito de ano para ano. “Depende muito da posição geográfica com que o VCAN se forma, é esse fator que determina a intensidade da chuva”, finaliza Raul Fritz.

Nos próximos dois dias, o quadro deve se repetir e as chuvas devem continuar reduzidas. De acordo com as previsões da Funceme, nesta quarta e quinta-feira, há possibilidade de chuva isolada na região Jaguaribana e  na faixa litorânea. Nas demais regiões, céu entre parcialmente nublado e claro.

Diário do Nordeste

166 total views, 1 views today

ComentáriosComentários