JPMotos
Instagram é acusado de homofobia após deletar imagem de beijo
7 de julho de 2018 às 11:28
16
Visualizações

Ativistas de direitos LGBTI+ e internautas estão indignados com o Instagram, após a rede social ter apagado uma foto que mostra um beijo entre dois homens. A fotografia foi repostada, mas a mensagem inicial da companhia indicava que a imagem violava as diretrizes da rede social.

Segundo o Mirror, a fotografia entre Jordan Bowen e Luca Lucifer (abaixo) foi captada pela fotógrafa Stella Asia Consonni como parte de um projeto de nome ‘Love Me’, que visa explorar casais modernos. Depois que a foto foi publicada, a fotógrafa recebeu uma notificação do Instagram avisando que a imagem violava as diretrizes da plataforma e que, se voltasse a acontecer, sua conta poderia ser desativada.

“Queremos que o Instagram se mantenha um lugar seguro para todos”, diz a mensagem da rede social.

Depois de ler as diretrizes do Instagram e constatar que não havia qualquer motivo para remover a fotografia, Consonni não conseguiu esconder a indignação.

“Se uma fotografia de um beijo entre dois homens é considerada muito inapropriada para uma das maiores redes sociais do mundo (que é detida pela maior rede social do mundo) e os presentes na imagem são sujeitos a abuso, que mensagem é que isso passa para as pessoas da comunidade LGBTQ+? E o que acontece em lugares onde a sociedade é ainda menos tolerante?”, indagou Consonni.

A fotógrafa já recebeu pedido de desculpas do Instagram, que disse que a foto foi deletada por conta de uma série de abusos homofóbicos por meio dos comentários.

Tudo isto acontece pouco tempo depois de junho, mês dedicado ao Orgulho LGBTQ+ que levou o Instagram a apoiar a comunidade com uma série de stickers e filtros especiais, algo que muitos internautas enxergam como hipocrisia.

ComentáriosComentários