JPMotos
Ronda do Quarteirão deixa de existir após 10 anos de atividade
12 de junho de 2017 às 21:08

Foi anunciado pelo Secretário de Segurança Pública e delegado da Polícia Federal, André Costa, fim das atividades do Ronda do Quarteirão. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (12)

Fruto do governo e uma das principais plataformas de campanha do ex-governador Cid Gomes, o Honda do quarteirão nasceu como uma tentativa de interação maior da população dos bairros com a polícia.

A ideia era formar e manter patrulhas de carros e motos a cada três quilômetros quadrados. Desta forma, cada viatura tinha um ramal próprio acessível por qualquer pessoa que demandasse a presença dos policiais de maneira urgente.

O alto investimento, portanto, não se sustentou. André destacou que a ideia de “polícia comunitária” há muito deixou de ser efetiva no sistema. Com isso, portanto, o efetivo que compunha o ronda agora será integrado ao Policiamento Ostensivo Geral. Há também policiais que irão fazer parte da Ronda Tática de Apoio.

Cid Gomes causou polêmica logo após ser eleito e implantar o Ronda. Efetuou a compra de 200 veículos modelo Hilux, no valor de 150 mil reais cada. Foram R% 30 milhões de investimento. Foram implantadas câmeras internas e externas em cada viatura, monitorando os policiais 24 horas.

O Ronda foi Lançado em novembro de 2007. Em  2008, já atendia mais de 70 áreas de Fortaleza. Em junho do mesmo ano, cobriu mais 20 áreas, ampliando o projeto para as cidades de Caucaia e Maracanaú. Em junho de 2009, iniciou a etapa de no interior, sendo implantado nas cidades de Juazeiro do Norte e Sobral.  No começo de 2010,  já estava em operação em quase todo o estado.

Com decisão de inaugurar um modo próprio de gerir a Segurança Pública, Camilo Santana lançou o Ceará Pacífico, um pacote de estratégias que visa a redução considerável da violência. O Ronda, portanto, é agora substituído pelo Raio e os carros modelo Hilux darão lugar à veículos menores e mais ágeis.

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Com Parceria Site Miséria.com.br

162 total views, 2 views today

ComentáriosComentários