JPMotos
Coca-Cola poderá deixar de produzir seu refrigerante no Brasil
21 de agosto de 2018 às 19:33
33
Visualizações

A Coca-Cola pode, em breve, deixar de produzir seu refrigerante no Brasil. De acordo com informações da Folha de São Paulo, a empresa busca pressionar o governo de Michel Temer a reduzir a carga de impostos pagos pela multinacional no País, que teve um aumento após a greve dos caminhoneiros, em junho deste ano. Atualmente, o produto é fabricado na Zona Franca de Manaus.

A pauta foi levada no final de junho ao governo pelo presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Reprigerantes (Abir), Alexandre Jobim. A partir disso, eles ameaçam fazer um corte de 15 mil empregos diretos e também estimam uma redução de R$ 6 bilhões por ano nas vendas caso Temer não reverta a situação.

De acordo com pessoas que acompanharam os diálogos entre a multinacional e o presidente, representantes da Coca-Cola teriam dito a Temer que a produção na Zona Franca só valeria a pena caso a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre o xarope de refrigente seja de, pelo menos, 15%.

Segundo o presidente da empresa no Brasil, Henrique Braun, a matriz da Coca-Cola nos Estados Unidos pretende definir a situação no país até o final do ano e, caso Temer opte em não atender o pedido, a multinacional pode transferir a produção do refrigerante para outro país da America do Sul, como a Colômbia.

Com isso, os envasadores brasileiros teriam que importa o concentrado do produto e o aumento do preço do refrigente para o consumidor chegaria a 8%.

Fonte: O Povo

ComentáriosComentários