JPMotos
Miss Brasil 2017: ‘Sempre quis representar as mulheres negras’
26 de agosto de 2017 às 05:57

Monalysa Alcântara tem apenas 18 anos e já carrega o título de mulher mais bonita do país. No seu caso, a honraria veio mesmo acompanhada de uma ‘carga’: o preconceito racial. A Miss Brasil 2017 é a terceira negra a vencer o concurso e vem sofrendo represálias por parte do público.

“Imaginava que ia acontecer… Sou preparada para isso, já passei por diversas vezes. As pessoas sempre duvidavam de mim, já estava acostumada. Às vezes machuca, claro. Fiquei um pouco chateada, mas isso não me fere. Sou muito alegre”, disse Monalysa no ‘Encontro com Fátima Bernardes.

O concurso de beleza tinha um significado ainda mais profundo para ela, que se considera uma vencedora por ter tido que lidar com tanto preconceito em sua trajetória. “Fui em busca disso. Sempre quis representar mulheres negras e as mulheres em geral”, entrega a Miss.

Monalysa disputou a final da competição com a Miss Rio Grande do Sul, Juliana Muller, estado tradicional nos concursos de beleza do país.

Noticias ao Minuto

140 total views, 2 views today

ComentáriosComentários